segunda-feira, novembro 27, 2006

Já tá!

Já fui ver o Casino Royale. Vive do trabalho de actor e não dos gadgets do Q. Falta o Q., é verdade, falta o Aston Martin mais artilhado (digamos que está suficientemente artilhado), mas o Daniel Craig está poderoso (em mais do um sentido), a Eva Green deixa qualquer um de olhinhos em bico (como é possível uma pessoa ser mais bonita desmaquilhada do que cheia de vermelho na boca?) e o vilão é, finalmente, plausível. Se tivesse que qualificar numa palavra a este filme, diria que é realista. Este Bond tem arcaboiço, é forte, tem ar de quem consegue realmente correr atrás de um carro.

Gostei muito do Brosnan como figura Bondiana, mas os filmes deixavam muito a desejar... o gajo nem se despenteava! E as cenas no gelo do último filme, com o carro invisível! Dei por mim a revirar os olhos no cinema e a dizer "Por favor!!!!!!".

Agora o tio Craig, apesar de loiro, apesar do beicinho permanente, é um Bond perfeito. Blasé ("Shaken or stirred?" "Do I look like I give a damn?"), másculo, sorrisinho sacana irresistível, e uma vez mais, plausível.

Grande é quem se lembrou de integrar um mestre do Parkour no filme, o elástico Sebastien Foucan, que dá um espectáculo da modalidade urbana logo nas primeiras cenas.

Gostei mesmo muito.
Karvela

5 comentários:

kramer disse...

Também se pode dizer que estas Bond Girls são do melhor.
Mas os filmes do 007 mantêm um defeito desde o início. Elas nunca aparecem nuas!

Bxana disse...

Do I look like I give a damn???

Para mim, só por esta frase, vale mais do que alguns dos 007's, feitos noutras núpcias...

Anónimo disse...

Concordo. Este Bond tem arcaboiço. É gajo para matar um gajo ao pontapé. Não há cá lasers no relógio.

Tagouy disse...

Permite-me discordar de ti o Brosnan é para mim, sem dúvida, o verdadeiro 007. Sedutor, com um humor subtil, cavalheiro e faz as cenas todas com um sorriso no canto da boca, assim até dá prazer vê-lo estragar um BMW inteirinho....
O Craig está sempre mal disposto... como é que ele consegue as bond girls?

parafina falsificada disse...

este filme é tipo um espectáculo! já vi tanto 007 na minha vida e nunca fiquei com vontade de repetir a dose vezes sem conta. bem, por acaso tenho sorte porque o meu pai ainda não viu e vou ver com ele de novo, mas quando sair o dvd.. uia!

daniel craig, epá, tá fantástico. não há palavras para descrever. ele sabe definitivamente o que faz.