quarta-feira, setembro 06, 2006

Isto até arrepia de tão premonitório!!!

O amigo Fartpudding mostrou-me este video. Nem sei como agradecer!

Notem na primeira parte, na qual P.Portas gesticula como uma ventoinha; para logo de seguida dizer que não admite ter amigos no poder (enquanto o Herman lhe grita que lá irá parar); para terminar da melhor maneira possível... aconselho vivamente.



Vago? O Ministro do Mar é vago? Estou esmagada!

Karvela

14 comentários:

Anónimo disse...

Karvela:

Quando alguém diz: "nem sei como agradecer", está a agradecer... e, portanto, soube como agradecer.

As expressões e os lugares comuns são muito perigosos... foge deles.

P.S. Agradeço que não publiques este comment... Boa noite.

Undisclosed Recipient disse...

Anónimo,

Nem sei como te agradecer essa lição de português.

Agradeço-te que não me peças coisas impossíveis, como publicar comments que são tão perfeitos para os meus queridos amigos ermm.. comentarem.

Oops... eu e a minha falta de vocabulário!

Anónimo disse...

Risos...

Tu não tens emenda!

És mesmo traquinas, mulher!

BlueAngel disse...

É caso para dizer: pela boca morre o peixe! E ele tem razão "Ministro do Mar é muito vago" basta lembrarmo-nos da cara que ele fez quando, na tomada de posse, soube de surpresa que ia tutelar essa pasta. Chego ainda há conclusão que o senhor Portas não é amigo de si próprio, porque amigos no podes não. Esta ente tem dois pesos e duas medidas e uma memória muito fraquinha, em nada semelhante à de um elefante. enfim... e assim vai o nosso Portugal.

Raquel disse...

Falar assim com alguém que obteve 24 pontos no teste de vocabulário, pfff...
Shame on you pá!

Zariza disse...

isto é o que se chama morder a lingua.
Quanto ao teu odioso anónimo eu tenho uma teoria ah se tenho....

Anónimo disse...

Boa tarde Karvela.

Para a Zariza:

Olá, Zariza. Insinuas uma teoria; é óbvio que, a existir, será tão só a teoria da (tua) conspiração...

Contudo, porque acredito na boa fé das pessoas, acho que é apenas um palpite, um odioso palpite para um anonymous odioso: e, assim, a tua teoria tem a estratégia que tem um bluff.

P.S. Ao ouvido: Foi o "ah se..." que te traíu.

Zariza disse...

Pois que a minha teoria já a revelei a quem de direito. Não é uma teoria boa nem uma teoria má, é apenas a minha teoria. E como dia o outro Teorias há muitas...

Agora tambem te digo... Como não sei se és o anónimo amável, o anónimo odioso ou anónimo que-não quer-ficar-paralitico para mim não passas de um anónimo no meio de muitos, e como a minha mãezinha sempre me ensinou a não confiar em estranhos... cá ao meu ouvidinho é que não falas....

Anónimo disse...

Zariza:

O princípio da desconfiança que presidiu à tua educação é uma útil e valiosa contribuição para a descoberta do sentido da teoria por ti formulada e atempadamente revelada.

(Já o "nem boa nem má" não passa um punhado de areia atirado aos olhos, um meio termo, a afirmação de um nada.)

Orgulhoso pela forma como me promoveste a "estranho", deixo para ti "menina sentada" e para ti Zariza dos vinte e sete anitos, uma exclamação ao mesmo tempo bela e enigmática:

"Que criança adorável!", dizia Goehte, o poeta.

Comentou quem viu: que Goethe não disse realmente; que o poeta apenas o pensou quando levantou os olhos do livro que lia e os deixou cair, tristes e ternos, na "menina sentada" que brincava ao seu lado; parece que a menina nem lhe estranhou o olhar, nem o pensamento, e que até na altura em que isso sucedeu olhava distraidamente para o lado; que a menina repousava as mãos no seu próprio colo, absolutamente alheia, e se pensasse alguma coisa era unicamente que a fotografia nunca mais saía.

"Pensar é dizer a nós próprios", alguém disse, mas a menina apenas perguntou: "E olhar, o que é?"...

scoutoduarte disse...

Nem consigo acreditar no que ouvi! O PP tem, de facto, a capacidade de se recriar ao infinito!

Black Sheep disse...

Ser Ministro do Mar é tão vago tão vago que nem sequer se derem ao trabalho de informar o senhor de que ele era o próximo Ministro do Mar! Eu acho que alguém com muito sentido de humor pregou esta partida ao senhor Portas: ai achas que ser Ministro do Mar é vago? é mau o poder? então é com o Mar que te vais afogar mais depressa! E nunca mais ninguém o viu...
E já agora, alguém reparou no pézinho de gesso do Herman? Ahahahahahaha.

kramer disse...

Ai como nesta altura eles se davam bem (O herman e o pp). Comiam rabinho de menino à vontade e ninguém sabia de nada.

tusasquimé disse...

"este blog está no ar...e é nele que me vou ligaaaaaaaaaaaaaaaar!!"

Dauphin disse...

QUE MÁXIMO!!!! O PAULINHO FICOU TÃO BEM!!!! Que gira a Manela, na altura tão bem da pele! Mas ele tem razão, querida... "do Mar" é um pouco vago, caramba!... É melhor jogar à Defesa, pázinho, é muita mais giro...