segunda-feira, setembro 18, 2006

Cala-te, catano!!!

Há um senhor que frequenta o catamarã, pedindo dinheiro a quem já não tem muito (senão, que merda estaria eu a fazer num transporte colectivo?), com uma muleta, andando muito devagar, e repetindo a questão:

Pode-me dar uma ajuda?

Para quem ouve a voz monocórdica durante grande parte da viagem, isto soa mais ou menos assim:
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?
Pode-me dar uma ajuda?

Não só o “pode-me” me parece incorrecto, do ponto de vista do português como, depois de ouvir esta frase 459 vezes, já ninguém lhe quer realmente dar nada. E depois admiram-se porque é que eu defendo que haja uma prancha nos catamarãs, para os insubordinados. Estás a perturbar? Vamos nadar com os peixinhos, amigo…

Karvela (Harrrr… walk the plank matey!)

8 comentários:

Arnaldoooooo disse...

Os pedintes do metro pelo menos têm uma melodia. Infelizmente não me lembro. Felizmente agora ando de carro.

PatoMickey disse...

Peixinhos? Rio Tejo?
HEEEEEEEEEEEEELLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!! Isso é do século passado! ;)

PatoMickey disse...

Peixinhos? Rio Tejo?? HELLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!
Isso é do século passado!
Tás muito Jackeline Tiffany ó lagostina... AMAAAAAAAAAAAAAAZING!!!
Kiss - dos grandes! :D

PatoMickey disse...

Peixinhos? Rio Tejo?? HELLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!
Isso é do século passado!
Tás muito Jackeline Tiffany ó chavala... AMAAAAAAAAAAAAAAZING!!!
Kiss... dos grandes! :D

Apenas, o cidadão disse...

começou mal a semana...

virgolina disse...

Quando via os pedintes nos barcos,perguntava a mim mesma se eles realmente pagaram o bilhete, é que....ainda é um bocadinho caro e ...andar neles todos os dias....

Anónimo disse...

...isa,
se na fosses tu, nunca teria percebido o k o homenzinho diz! Juro! Sp achei k ele dissesse outra coisa.

Bxana disse...

Supostamente, ele circula... Mas esse senhor uma vez parou ao lado do sítio onde eu estava sentada, e ficou ali cerca de 10 minutos a repetir a mesma frase...parado... Entretanto mudei de lugar, visto que já estava em autêntico desespero, e assim que fiz isso, o tipo foi-se embora. Deduzo ou que ele não gosta de mim, ou que tenho uma grande cruz para carregar...