quarta-feira, março 19, 2014

Menisquem-mos!

Há coisa de 17 meses, era o Pequeno Camarão ainda pouco mais do que um feto, uma tia do Kramer vê-me amamentar e diz "aaaaai filha quem me dera ter conseguido... Mas tenho os bicos para dentro! Queres ver?". E, sem esperar pela resposta, levanta a camisola e pimbas magníficas mamas pós-menopausicas. Ora, o Kramer não foi à tropa mas viveu ali um momento de napalm genital. Eu ouvia o adágio para cordas enquanto o meu helicóptero sobrevoava a casa e lá estava ele, apanhado por uma onda de constrangimento, gritando "estragaram a coisa que eu mais adoro! Selvagens!".

Ora ontem, cinco dias volvidos de uma artroscopia ao joelho, aventuro-me para fora de muros de Campo Karvela e enconto a tal tia.

"Então filha, estás melhor?"
"Já estou fina. Quer ver?"
"Eh..."
"Não não! Da outra vez mostrou-me as mamas, agora há-de ver-me as cuecas." *calças para baixo*

Sou como uma aliá, gigantesca e com boa memória. 

Karvela 

1 comentário:

Mulher Mesmo de Sonho disse...

Uma mama velha esfregada assim na cara pode ser muito traumática. Mesmo sem bicos, aleijam as córneas.