sexta-feira, novembro 11, 2011

Hoje deu-me para isto...

Assisto a três fenómenos nos blogues que leio:

1. Como não têm nada para dizer porque a) acabaram a escola e começaram a trabalhar; b) casaram, tiveram um rebanho de filhos e agora estão entretidos a ter ainda menos sexo do que quando eram solteiros; ou c) passou-lhes a vontadinha de escrever bem; dedicaram-se a banalidades soníferas que me trazem angustiada por estar prestes a movê-los no Reader do "Gente gira" para o "Zzzzzzzzzzz".

2. Anunciam dramaticamente que é o fim, acabou tudo, não tenho vida para isto, telefonem-me todos e enviem-me mensagens no Facebook, que está tudo mal, aiiiiiii-i--iiiiiiii! 

3. Mostram a roupa, mostram a casa, lançam concursos, mostram que lhes estão a renovar a loja, a casa, as partes. E depois atiram como quem não quer a coisa o isco do nome do construtor, do decorador, do ginecologista. E depois temos que os seguir no Facebook. E depois temos que clicar no Like da empresa que lhes patrocina as mercearias da semana. 

Frescura é para os baby blogs (adoro, fuck off!), que têm sempre assunto, blogues jovens, que ainda têm assunto, ou para os que vendem vendem vendem vendem descaradamente. Há meia dúzia que mantém uma regularidade jeitosa e ainda dentro da onda inicial (a Luna, a Pólo Norte, o Piston, o longevo Macacos...); depois há outros que se alteraram um bocadinho mas para bom (a tpm é um excelente exemplo). 

Eu sinto-me assim no meio termo. Recuso matar o Lagostim (NEVER!) e, ao mesmo tempo, acho um desperdício de energia escrever banalidades.

Por isso vou começar a mostrar a roupa. Parece-me adequado, pertinente e mesmo importante para a sobrevivência da espécie humana.

Então hoje deu-me para isto:


Chinelos "da Serra da Estrela" comprados há dois anos numa banca no Fórum Montijo.

Calças Bershka, cortadas à tesourada e a olho porque fazem as calças para gente normal e eu tenho 85 cm. de entreperna, o que é a dois tempos deprimente e muito deprimente. 

Aquecedor da Rádio Popular.

Cão.


Cabelo descolorado pelo sol, pelo tempo, pela tentativa de não lhe enfiar mais tinta sob pena de ficar como uma tia minha que até dá dó.

Tésherte dos ciganos.

Casaco dos ciganos. Ou da Modalfa, que vai dar ao mesmo.

Karvela (mais roupa brevemente. Não, a sério. This is kinda fun)

6 comentários:

Ni! disse...

Desculpa lá. Bem, mas mesmo totes bem era um post sobre o 11.11.11, às 11h11!

marta, a menina do blog disse...

Deste à coisa uma panorâmica muito mais criativa e dinâmica.

A maioria das pipocas (de toda a espécie e feitio, ai jazuz!!) opta por:

a) cortar a cabeça se é uma maria-ninguém.

b) meter a cabeça se tem penteado acabado de fazer pelo M@rko, cabeleireiro fáshon lá da terra, regra geral, penteado com nuances loiras ou extremamente loiras, ou absurdamente loiras, ou se já apareceu na Júlia/Fátima/Goucha/Malato (um de cada vez, e não em combóio).

Anónimo disse...

Dá-lhe que é material bom e isto precisa. Maama!!!

Maria Santos disse...

Pois... concordo contigo!
Mas adorei as fotos! Estiveste muito bem! Continua!

Anónimo disse...

bem podes acrescentar à lista a bad girl. Tens razão, a blogosfera anda de rastos.

Maria Flausina disse...

Acrescenta à lista o Rafeiro Perfumado!
Continua, que as tuas "popcornices" têm sempre mais piada!