segunda-feira, outubro 10, 2011

Karvela, Fazendo Figura de Ursa desde 1979. As férias de 2011. Parte 1

Eu bem sei que um dos segredos para ter e manter um blog popular é a consistência. Mas dizer que não vim aqui porque depois do post de 5 de Setembro estive de férias durante 3 semanas não dá popularidade a ninguém.

Contudo, é essa a verdadinha. Aproveitando os meus poderes de clarividência marquei o mês de Setembro como mês de férias e olha, lá fui eu. 

Pics or it didn't happen? Pois, eis-ze-li-as!

Paragem #1, patrocinada alegremente pelos meus pais. Era isso ou não existiria paragem #2...  Prontes, paragem #1 foi Cabo Verde, Ilha da Boa Vista. Havia montes de coisas para ver. Nomeadamente coiso e nada e pó. 

Uma ilha tão grande e tive que dar de caras com um membro da minha família. 

Não sei quem é a garota mas ficou bem na fotografia. 

O mercado de Sal Rei. Não tem muito que vender mas o que tem é bem colorido. 

 Havia lá muitos cães. Todos me inspiraram o grito "ÓSCAR!!!" e os olhares enojados dos nativos.

Ah, também havia lá barcos. Não era só coiso, também havia barcos. 

O nosso eloquente guia disse-nos que este é o monte "Ihdffaiudhi... ão" 

A foto obrigatória das bloggers femininas, os presuntos na piscina. No meu caso faz parte de uma sequência de 7 dias à qual chamei A degradação progressiva do verniz das unhas dos pés. Um ensaio fotográfico


Já esta faz parte de um exercício ao qual chamei  Partes do corpo que não são bem aquilo que vocês estão a pensar.

Resumindo, a Boa Vista pode ser descrita como na foto acima.

Mas que descansei, lá isso... 

Karvela

2 comentários:

Pedro Couto e Santos disse...

Isto lembra-me uma conversa aqui há uns tempos, no trabalho. Uma colega mostrava-me umas fotos de uma paisagem desolada e dizia "já viste, não me arranjaram fotos melhores de Cabo Verde, olha para isto".

Ao que me vi forçado a responder, "pois, mas sabes... Cabo Verde é isso, não há mais nada..."

Mariam disse...

Aquilo diz que é bom é para luas-de-mel. Tipo várias, não sei se sempre com o mesmo parceiro. Isso nunca perguntei.