domingo, julho 03, 2011

There's always a story

Festa do Montijo, Julho de 2011.

Ontem foi a prima que me vê, já ia a garota um bocadinho torta, e faz a pertinente pergunta "Então, vieste à festa?", ao que respondo "Não.", com a entoação de alguém a quem foi perguntado "queres um folhado de chauchicha?" e sem follow up, para efeito cómico, apenas para ser ignorada. Valha-me o kramer para achar piada e apreciar o momento.

Anteontem foi o senhor da banca dos peluches. Ora, eu vejo ao longe um Bob Esponja Pantalones Cuadrados gigantesco e fico hipnotizada, como uma criança estúpida. O senhor microfonava "SAI SSSSSSSEMPRE" e "VENHA RODAR, MENINA" "RRRRRODE RRRRRRRODE.... SAIU O CORAÇÃO GIGANTE!!! AQUI TODA A GENTE FICA CONTENTE!!!" "A MENINA TAMBÉM QUER O CORAÇÃO GIGANTE???". Sempre que alguém rodava o senhor apregoava "SAIU-LHE O CORAÇÃO GIGANTE" ou "NESTA RODA SSSSSAI SSSSSSSSSSEMPRE!"

Tal era o entusiasmo, as luzes, as montanhas e montanhas de peluches expostos que abandonei kramer e amigos apenas para os ver atrás de mim daí a 10 segundos, a torcer pelo meu sucesso (fofos!) ou para me ver fazer figura de ursa (mais realista). 

Karvela - Olhe que vou apontar para o Sponge Bob!
Senhora ajudante da banca - Quer o grande?
Karvela - Quero!
Senhora ajudante da banca - Esse é 10 euros.
Karvela - Então não quero. Quanto é que custa o outro? 
Senhora ajudante da banca - Três euros e meio.
Karvela - Então já quero outra vez.

"MAIS UMA VOLTA, SSSSSSSSSSAI SEMPRE!" *Karvela roda*

Karvela - WHOOOOOOOOOOOOOOOHOOOOOOOOOOO!
Senhora ajudante da banca (estranhamente feliz por mim) - Saiu-lhe o Sponge Bob?
Karvela - Sim! WHOOOHOOOOOOOOOOOO!
Senhor do microfone - SAIU O CORAÇÇÇÇÃO GIGANTE?
Senhora ajudante da banca e Karvela, em uníssono - Não, um Sponge Bob pequeno!
Senhor do microfone (atenção, ainda com a boca colada ao microfone!) - *estalido com a língua* OH!
Senhora ajudante da banca - Mas era o que a senhora queria... 

Este "Oh!" foi o som da mais pura desilusão. Foi o som de uma pessoa incrédula, desorientada e perturbada com o comportamento absolutamente vil de uma fêmea adulta preferir um boneco quadrado e amarelo a um sofisticado coração gigante. E foi público. E foi amplificado. O "mas era o que senhora queria" também não ajudou ao sentimento de desconsideração. Mas agora tenho um Sponge Bob. Pequeno! 


Karvela (Adoro festas. That's what she said.)

1 comentário:

Rui Cruz disse...

Por acaso tive para ir a essa.
As festas do Pinhal Novo foram há 15 dias, para o ano passa cá! :)


Rui