quinta-feira, abril 21, 2011

Tanto a acontecer e eu a ver o barco a passar!

Pois diz que o país está bonito. E uma pessoa aqui, enredada em questiúnculas pessoais completamente triviais, em trabalho que antes era estudo e agora se transformou em trabalho mesmo (como em "este é o meu emprego? Sweeeeet!"), em tratar do cão (cagão mai'fofo de sua mãe!) e planear jantares... e sobretudo ando demasiadamente activa no Facebook, instrumento do demónio que me mata a criatividade em favor da gratificação imediata do like. Só me apetece mandar-me para o caralho, sinceramente. 

Dito isto, estou muito feliz que o Fernando Nobre agora alinhe pelo PSD (em boa hora mudei a minha intenção de voto), que o meu querido ex-Professor e nódoa na toalha da pedagogia universitária em geral Basílio Horta lhe dê pelo PS. Por este andar ainda vemos a Apolónio de mão dada com o Paulo Portas a beijar senhoras de braços gordos na praça do Montijo. 

E sobretudo adoro que o salário do meu rapaz esteja a ser cortado sem dó nem piedade, que eu agora aprendi a fazer feijão preto com arroz e nada me agradaria mais do que comer isso a todas as refeições. Isto para dizer que hoje li que o PS e o PSD estão com empate técnico nas sondagens, o que me faz acreditar cada dia mais no ser humano e sobretudo na garra do povo lusitano. Que memória, que pundonor! 

Feijão com arroz para todos, pessoal. Mas com pouco chouriço, que é de marca branca e tem que durar o mês inteiro!

Karvela

1 comentário:

Ni! disse...

E eu que sou uma verdadeira "jerica" vou zurrar aqui pela 1ª vez: Foda-se, não é?