quarta-feira, setembro 15, 2010

Eu acordo, tu acordas, eles acórdão

Então, futilidades da minha blogoesfera... agora que o acórdão já está disponível já não apregoamos a inocência do outro? 

Nos factos provados eu, que não sou pessoa de coração fraco nem de grandes emoções, fiquei com o estômago num nó.

Mas o que interessa isso agora? O que interessa é que o homem apresentou o 1 2 3. E prova testemunhal? De putos da Casa Pia? Esses não contam, nem são bem pessoas. Levaram com uns dedinhos no cu... so what? Quem é que nunca levou com dedinhos no cu por dinheiro? 

Pensem lá nos sapatos e nos casamentos e caguem nisto, não escrevam mais sobre o assunto. Mas caguem bem, que os vossos futuros esposos não querem ficar com os dedinhos cheios de cocó. 

Karvela

2 comentários:

Nuno T disse...

Eish ca'ganda (in)directa!

Ana disse...

Sou honesta: não li, nem quero ler o acórdão.
Bastou-me ter ouvido excertos do mesmo para ficar enojada.