sexta-feira, julho 09, 2010

I'm not pro-life. I hate everyone!

Há uns meses começo a receber mails da Associação Portugal Pro Vida, recomendando-me que no meu IRS doasse qualquer coisinha para a sua nobre causa. Ora, nesse mês eu não estava na minha melhor forma física e Karvela não saía com tanta facilidade desta casca humana, por isso deixei passar.
A causa defende, visitando o sítio, entre outras pérolas:

Defendemos a inviolabilidade da Vida Humana, desde a concepção até à morte natural, e a plena cidadania assente na dignidade da Pessoa e da Família; - Ora eu sou a favor tanto do aborto quanto da eutanásia (aka se a vida é minha eu é que sei o que faço com ela e não é um bando de beatos que vem agora cantar o fado da desgraçadinha à minha porta e se não me dão eutanásia eu salto do 15º andar e depois têm que me vir raspar com uma espátula e uma mangueira daquelas de lavar carros).

Ou, esta maravilha:

Mais que um "não" ao aborto, eutanásia, pedofilia, educação nacional-sexualista e "casamento homossexual"...... um "sim" à Vida e à Família – Aborto, eutanásia, pedofilia, educação sexual nas escolas, pessoas do mesmo sexo terem o direito ao amor… todos estes ovos no mesmo cesto de perversidade. Ou seja, uma coisa não demagógica e cheia de razão que só me dá vontade é de ir já votar no seu candidato presidencial, o Luis Botelho. O Luís Botelho é uma pessoa assim meio obscura que apareceu a defender os fetos e educação, por oposição a nacional-sexualista, estrangeira-assexuada, e tem um leque de interesses no seu perfil de blogger que me deu um pequeno afrontamento pré-menopáusico:
cidadania; causa proVida; musica portuguesa; musica do mundo; acessibilidade; prevenção de fogos florestais

Vou mudar os meus interesses para:
Filmes portugueses, filmes estrangeiros, calculadoras científicas
Ou
Artesanato nacional, artesanato do mundo, poppers.

Depois do dia 20 de Março, este Movimento não mais abandonou a minha caixa de correio. E mesmo utilizando o meu e-mail real (aliás, até bastante institucional e utilizado para fins profissionais), incorporei Karvela diversas vezes. Tudo o que se segue são excertos reais de e-mails enviados, mas, infelizmente, nunca respondidos.

10 de Maio - o segredo da Vida
(vídeo de um feto que eu nem vi)
Resposta de Karvela: Quero sair desta lista, por favor! Isto é propaganda demagógico-religiosa. Como conseguiram o meu e-mail???

11 de Maio - o segredo da Vida
Caros amigos,
Recomendamos vivamente o visionamento e divulgação deste vídeo sobre a vida intra-uterina, a primeira fase pela qual todos nós passámos.
(Novamente não vi o vídeo)
Resposta de Karvela: Ok, mais uma vez.. como conseguiram o meu e-mail? Preciso de saber... eu certamente não me inscrevi em nada pró-vida.

23 de Maio - PRECISA-SE: candidato pro-vida à Presidência da República
Aura Miguel arrasa Cavaco Silva (seguido de uma notícia em que a senhora de tendências fufo-religiosas nhe nhe nhe e as pessoas têm que ser Cristãs e nhe nhe nhe).
Resposta de Karvela: Sou agnóstica, de esquerda e a vossa conversa repugna-me. Proselitisem os fracos de espírito, mas não a mim. Na realidade, estimo que todos vós se fodam.

Depois de mais dois ou três e-mails com insultos e impropérios, todos da minha parte, que aquilo é gente da paz, chega-me hoje este mail: candidatura pro-Vida nas presidenciais

Nhe nhe nhe outra vez o casamento homossexual (caaaaaalem-se com essa merda!), ao que eu respondo, como não podia deixar de ser: Estimo bem que o vosso movimento se foda.

Tenho para mim que isto é gente que gosta da chibatada e por isso vai continuar a enviar-me e-mails. Carne para canhão, que mais não seja… é que da minha parte isto vai escalar. E, se necessário for, subir até à Comissão Nacional de Protecção de Dados, porque eu estou a pedir que me retirem de uma lista e isso não está a acontecer.

Não é demais relembrar: estimo que os movimentos pró vida, os beatos, as igrejas, a religião organizada e tudo quanto com isso está relacionado, se foda.

Karvela

2 comentários:

Piston disse...

Quando ponderares a poligamia, telefona-me.

Mariam disse...

Só mesmo contigo é que estas coisas se dão. Uma pessoa esmifra-se a rir.