quarta-feira, março 10, 2010

Prove me wrong, then!

Há uma recente moda entre as bloggers, que é comprar na Primark. Eu também tenho curiosidade em lá ir (e irei, e irei), mas parece-me tudo bom negócio demais para depois o tecido não se esfiapar todo à primeira rajada. Eu sou a primeira a comprar coisas nos saldos e na Bershka e nos ciganos que montam tenda às quartas-feiras aqui na terra. Mas nem nos ciganos se encontra roupa tão barata como na Primark. E é da perspectiva de uma pessoa que compra coisas na Bershka e ainda vem publicitar que o faz, que assumo as minhas sérias reservas com a qualidade da Primark.

A Pipoca anda numa de mostrar que agora é mais frugal e um dos looks que mostra, orgulhando-se da compra, é uma camisa de ganga e umas calças de ganga. Pelo caminho deve ter perdido a carteira. De ganga. Mas a Pipoca, apesar de tudo, mostra sempre uns sapatinhos tão giros que eu até perdoo este devaneio que espero ser passageiro...

A outra, cujo blogue não deve ser mencionado porque pode deixar cheiro no meu, é tão feia e tem tanta cara de cavalo que se ela um dia sair à rua com uma manta em cima, vem um senhor baixito, monta-se às cavalitas e tenta correr com ela até à meta. E essa então é Primarkholica! Muito gosta a gaja de sair de casa com a sua pulseira de dois euros e fazer poses de boneca partida no vão-de-escada... gostava muito de dizer que a expressão "fazer poses de boneca partida no vão-de-escada" saiu da minha cabeça mas não... saiu mesmo do blog da Seabiscuit).

Voltando à Primark... Quem faz estas roupas? Porque é que são tão baratas? A lã dos casacos é do mais puro gato de rua? As pulseiras são roubadas muito devagarinho a agarrados enquanto estão a curtir a trip? Mas mesmo assim, depois, e o transporte? São atiradas rua abaixo por um senhor enquanto outro senhor lá em baixo apanha? E quem paga estes salários? Tanto ao senhor que atira quanto ao senhor que apanha?

Não tenham dúvidas, eu vou lá. E vou comprar coisas. E o kramer vai dizer "PARA QUE É QUE QUERES MAIS TRAPOS?". Porque sou gaja. Nem preciso de mais explicações.

Karvela (espero encher o armário quando lá for, mas só levo na carteira três euros, meia vela de cheiro e um botão play de um leitor de vídeo Panasonic)

5 comentários:

Echo disse...

Ai que daqui a pouco os seguidores do culto das Pipocas Doces (em que a mais doce de todas é a sacerdotiza) vêm para aqui desancar-te, Maria Karvela! LOL!!! PS: os da outra não, são mais amorfos e fraquinhos.

Anónimo disse...

karv tas a falar da kitty coxa grossa???

Isa disse...

OMG quem é a da cara de cavalo, quem é quem é quem é? Agora deixaste-te a morrer de curiosidade!! Será quem eu penso que é? será? hehehehe

Loira disse...

Eu proponho uma excursão até lá! Eu levo os fritos!

E quem é a outra? :P

laura.lx@gmail.com disse...

Metade da minha roupa é das diversas primarks londrinas...um dia a BBC levou tudo ao escandalo pq quem faz as roupas são..guess...meninos de 8 anos indianos ou chineses, não me lembro. Há um documentário e tal, BBC signed, isto foi a tribunal e nao sei se ja resolveram. Mas a roupa de lá bate aos pontos a da bershka e afins. oh iésse.