terça-feira, outubro 13, 2009

A minha viagem ao Porto

Estou no Porto por razões que nem eu sei bem.
O primeiro dia até agora foi muito bem passado com a minha coleguinha S. e o seu super querido e paciente consorte.
Mas a lista de gaffes já vai por aí adiante.

Gaffe #1
No restaurante Snoopy – sim, Snoopy – ao almoço:
Consorte – O que é que tem para sobremesa?
Mulher do Nuorte – Temos pudim francês. (leia-se fraunssês)
Consorte – E isso é o quê? Tipo flan?
Mulher do Nuorte – Não, aqui não temos nada instantâneo. É francês, é… francês! É caseiro!

E lá comemos. Era flan.

Gaffe #2
Ora quero prefaciar esta gaffe com uma advertência. Pessoas do sul, gente parva em geral: o Palácio de Cristal é um mito que foi perpetrado sobre o restante povo de Portugal durante anos a mais. Quem veio ao Porto duas vezes na vida, como eu, e em trabalho, não tinha como evitar a gaffe #2.

Estamos no Palácio de Cristal. No estacionamento Palácio de Cristal. No jardim Palácio de Cristal. E onde está o Palácio de Cristal, pergunta o consorte a dois senhores que por lá faziam manutenção?

Resposta literal
“Ah, o Palácio de Cristal já não existe. Era muito pequenino e uma vez foi preciso fazer aí um evento desportivo e demoliram-no e fizeram o Pavilhão Rosa Mota. Mas vão ali à recepção, que eles têm lá brochuras e postais de como isto era antes!”

Era muito pequenino e uma vez foi preciso fazer aí um evento desportivo e demoliram-no.

Depois fomos ao Museu Romântico, no mesmo jardim. E enquanto não o encontrámos fantasiámos que talvez o tivessem demolido por ser muito pequenino e ser preciso bancos de jardim para os putos do Carolina Michaelis se comerem. Mas havia brochuras de como era antes. Era lindo.
Karvela (o Museu Romântico existe mesmo... é tipo... romântico, fofinho, amoroso)

8 comentários:

Arnaldoooooo disse...

O palácio de Crystal na verdade partiu-se. Foi à máquina de lavar e estalou...

galega disse...

bem-vinda ao porto. e o pudim não era flan, é mesmo caseiro.

Emanuel disse...

É triste a ignorancia de algumas pessoas...karvela nesta descrição do Porto aproximaste-te solidamente da Maité Proença na sua gaffe.

Quando ao pudim francês, não é flan, deves ter alguma deficiencia nas tuas papilas gustativas, a textura é bem mais espessa, bem como a sua cor mais escura, cor essa que se deve ao vinho do Porto adicionado.

O Palácio de Cristal, foi uma oferta dos Ingleses, foi destruido por razões bem diversas dessas que tu explainaste...informa-te, não sejas Maité.
E se estavas à espera do cristal no palácio, tambem devias estar à espera que o Rio Douro fosse dourado não?

O preconceito contra o Porto é uma coisa muito feia...especialmente vindo de alguém que vem do Samouco.

Esperava mais da tua pessoa...

Emanuel disse...

Ah e o museu romantico...fofa, correntes artisticas...investiga o que foi o romantismo...e se calhar percebes o conceito daquele meio.

Daniela disse...

AAAAAAAAIIIIIIII Jesus valha-me nossa senhora do pipi assado! Tu és a nova Maitê! (e abro aqui um parenteses para dizer que isto é só gente culta a actual que usa referências supé in voga!) Sua porcaaaaaaaaa! A dizeres que o pudin flan é igual ao pudin francês! Shame on you! Devias ter cuspido, qual maitê, na Sé antes de meteres à boca tal iguaria!

Yesterdé disse...

Encontrei o post do Emanuel...posso ter (que saudades dos meus vizinhos da frança) o CD da Gaga agora?

Bxana disse...

Oh Karvela! OH KARVELA! Toda a gente sabe que a honra do Porto assenta num pudim! NUM PUDIM! Shame on you! Ainda por cima, "sendos" tu do Samouco...balha-me deuze...

(Mais sobre pudim francês em http://www.gastronomias.com/doces/doce0482.htm. Não percam)

ultra_fashion disse...

quero o meu CD da TENA LADY ou lá o que é... encontrei o post...
:P

Sou do Porto e adorei a descrição da viagem... e da exposição em serralves...
;)