terça-feira, setembro 15, 2009

Prova #4859305-34 que o meu cérebro é deficitário

Hoje fui ao dentista pela derradeira vez - pelo menos nesta saga - e o diagnóstico foi maravilhoso.
Passo 1 - A dentista diz-me que o dente que me dói está perfeito e não há qualquer razão para me doer.
Passo 2 - Vai fazer uma orto. Digo à dentista que adoro a palavra ortopantomografia.
Passo 3 - Você tem uma cárie num dente de cima e tem dor reflexa. Dói-lhe um dente que não é o dente que realmente está estragado.

Ou seja, não só tenho uma boca que mete nojo como o meu cérebro não tem RAM suficiente para processar qual o dente que me dói.

Qualquer dia acordo, dói-me a cabeça mas realmente falta-me uma perna. Ou vem o tubarão, come-me meio corpo e eu queixo-me do dedo esquerdo do senhor obeso que está na praia.

Karvela (com os fios trocados)

Sem comentários: