domingo, maio 24, 2009

O paradoxo do estudo

Ocupei parte da minha manhã de domingo a estudar. Por um lado, faz-me sentir como se tivesse 18 anos outra vez, em época de exames. Por outro, tenho uma dor de cabeça tão grande que me sinto com 70 anos, pronta para comer uma canja, pôr os pés para cima e olhar para dentro a tarde toda.

Karvela (Anthony Giddens, I will break your devious code, sir!)

Sem comentários: