sábado, março 07, 2009

Child molester = 1 Abortion = 0

Dizem as más-línguas que a ICAR excomungou uma criança de 9 anos, a mãe e a equipa médica que a ajudaram a abortar. Contudo, o tipo que violou a criança está a-ok com a religião.

Isto motiva-me, está claro, uma série de sentimentos que me deixam à beira de um pedido formal de apostasia mas, sobretudo, de algum excitamento porque agora já podemos todos ir abusar de crianças. Desde que as emprenhemos e elas abortem, estamos porreirinhos aos olhos de Deus porque as porcas foram elas. Ah, que bela altura na História do Mundo para se ser homem, católico e pedófilo.

Karvela (sério, digam-me lá… estamos no século quantos? É que eu perdi o relógio e se calhar estou a ver isto de um ângulo incorrecto. Não, a sério, perdi mesmo o relógio...)

9 comentários:

Sandra Cunha disse...

E andava eu aqui a engendrar um plano para conseguir anular o meu registo de baptismo (que foi feito já há uns séculos... em França...pelo que estão em França...mas foi feito numa Igreja que já não existe....em França...)

Afinal é só ir ali e violentar uma criancinha! Até tenho aqui uma!

Arnaldoooooo disse...

Fogueira! Ai...isto era bom era uma Inquisição em cada esquina

Pecadora disse...

Estou de acordo, mas desta vez queimava-se a Santa Madre Igreja e todos os seus sucedâneos... Assim como assim, como a minha assinatura indica, já devo ter sido excomungada pelo Omnisciente himself aí umas 50 vezes. Do Inferno ninguém me livra!

Dauphin disse...

A despropósito: cliquei sem querer no arquivo meio morto e fui parar a um post de há 500 anos. Abre com a frase "a Senhora abat-jour de cona"!!! Abat-jour de cona!!! Voltei a abrir uma caixa de pandora, rio alarvemente no local de trabalho. Tenho colegas púdicas que nunca entenderiam a expressão, quanto mais aceitá-la.... ajudem-me... Muahahahahahah! ahahahahahaha! Abat-jour! ahahahahahaha! de cona!!! ahahahahaha

Pedro disse...

O problema é que não interessa o século. Trata-se da igreja católica e esses senhores, só a tiro!

marta disse...

Estamos naquele país em que uma "obra de ficção", que é o livro da Carolina Salgado, pode ser considerado prova e ser levado a tribunal, mas já os diários com relatos pormenorizados de actos de pedofilia e violência contra crianças orfãs do Jorge Ritto nem por isso.

r disse...

então, Karvela?? Jesus abandonou a terra? Nunca mais postaste nada... vá lá, moça. Já temos saudades tuas!

Anónimo disse...

se este blog não é actualizado a minha vida deixa de ter sentido.
sdias.

andre disse...

mas que miséria, meu deus! é lamentável que a igreja se preocupe com a excomunhão, do que com o facto de um gajo adulto ter violado e engravidado uma criança de 9 anos, ele devia era ser preso e castrado!!!