sábado, fevereiro 14, 2009

Le Photomaton #10

Algumas pessoas choram nos funerais. Outras ficam fascinadas com os edredões que põem aos mortos. Aquilo é de uma finesse…



Se calhar se os cuidados médicos fossem do calibre da mantinha bordada com franjedo e tudo, o meu tio-avô tinha durado até aos 280 anos.

Karvela (e o que eu sofri para tirar esta foto sem ser catada?)

P.S. Uma muito necessária adenda para explicar que agendei há 10 dias todo o Le Photomaton de Fevereiro. Terei material a pingar todos os dias até ao fim do mês, e algures no meio agendarei o Le Photomaton de Março. Foi apenas mau timing que o avô do Kramer tenha morrido há uma semana. Não só o franjedo dele teve menos piada em geral como posso reiterar as questões dos cuidados médicos...

7 comentários:

Piston disse...

És grande!

parafina falsificada disse...

Epá... LOL. Nem quero imaginar mesmo o que passaste para tirar essa foto!

Anónimo disse...

és louca!

Mr. Steed disse...

jesus maria josé....tens consciencia q qdo morreres vais para o inferno n tens?

Anónimo disse...

que mau gosto.

Karvela disse...

Anónimo, realmente, que mau gosto. Era mesmo muito pirosa a mantazita.

Anónimo disse...

Se eu morresse adorava ter uma manta da Agatha Ruiz de la PradA por cima