sexta-feira, setembro 12, 2008

Who are you and why are you talking to me?

Hoje sento-me ao lado de um senhor idoso no 28. A meio da viagem, vou eu a ouvir Jorge Miguel, sinto uma mão tocar-me no braço e, por conseguinte, também um pouco no seio, dizendo “Tenha um muito bom dia!”, ao que eu respondo “Obrigada…?”, sobretudo porque o b de bom saiu com um bocadinho de saliva que teve uma infeliz aterragem no meu lábio inferior.

Passei o resto da viagem a imaginar o senhor às três da tarde a começar a ter espasmos porque está carregadinho de ébola e eu daí a umas horas, à espera que venha o macaquinho com a vacina, porque ele é o que começou a espalhar a doença e ele é que tem o poder, como o He-Man; e que, por acaso, era o mesmo macaquinho que o Ross tinha no início do Friends.

Entretanto, já num delírio febril, que indicava claramente órgãos internos prestes a explodir, o senhor toca-me de novo, fala a 2 cm. da minha cara – outra vez! – e diz “Vou sair na próxima paragem”.

Eu levanto-me para o senhor sair e sinto que estive todo o caminho a morder o lábio inferior, tique comum em mim, mas que neste contexto se provou não só nojento como confirma que lá pelas 16h estarei com tremuras, febre e o baço feito num caco.

Karvela

5 comentários:

vildor disse...

Foi bom ler o blog enquanto ele existiu. Se alguém vier aqui anunciar a tua morte e disser onde é a cerimónia(não sei quais as tuas vontades em relação ao teu serviço funebre), eu mando uma palma de flores(cof cof).

BlueAngel disse...

Mas e o que teve o Jorge Miguel a ver com tudo isto? :-) beijocas larocas com amizade e as melhoras lol lol lol

Rui Cruz disse...

Pareceu muito sensual.


Rui

Bxana disse...

E o concerto da Madonna? Como é que foi o concerto da Madonna?=)

Arnaldoooooo disse...

Tu és imune a tudo