sexta-feira, agosto 29, 2008

I [kinda] kissed a girl and I didn’t enjoy it at all

Hoje fui ao cabeleireiro. Saí sentindo-me maravilhosa, perfumada, com o cabelo espectacular. A caminho do barco, à minha frente, caminhava uma jeitosa a falar ao telemóvel. A cruzar uma esquina, o vento dá-nos na fuça e eu senti como se lhe tivesse dado um valente linguado porque a moça cuspia-se tanto enquanto falava que senti um camadão de perdigotos nos lábios.

Senti aquele instinto de comer ou não a última batata frita de pacote que caiu ao chão e, na dúvida, passei a língua pelos lábios. Pensei que seria mais sensual, mas afinal foi apenas um bocado molhado. E transmissor de hepatite. Positivo.

Karvela

7 comentários:

Rui Cruz disse...

Devias de experimentar com gajos. Eu por exemplo.


Rui

laura.lx@gmail.com disse...

eu vou ficar calada. lalalalal nao tou a ouvir....llalalalalal

Pecadora disse...

Quê com gajos também a cuspir? Epá, é daquelas imagens inteiramente dispensável, mas que agora ficarão gravadas p'ra sempre na minha cabecinha!!

Dreadasister disse...

Kanojo....
(bistes? Voltei ao meu alter-ego: aquele que diz baboseiras sem censura... :p)

Restelo disse...

E conheces a musica da Katy Perry!!
Pessoas que se cospem muito a falar deveriam usar máscaras, passar pela vergonha e frustração de ninguém as perceber e depois então aprenderiam certamente a falar sem dar a sensação que estamos no UK!

Dauphin disse...

Fujamm para os abrigos! "It's an army of fufes!" (Sic a saga "Bicha do demónio")

Bxana disse...

Hi, c'a nojo!