quarta-feira, julho 30, 2008

Ó Pedro...

O Mack lançou-me o réptil de, nas suas sábias palavras, afagar o Pedro Crispim. Nomeadamente em relação a um dos seus mais recentes textos.

Não querendo ser de qualquer modo ofensiva, vou tentar ser o mais metafórica possível. Acredito que, de tanto, vá, esconder o Sr. Tarolo, Pedro Crispim tenha perdido o sentido de humor. Talvez o vá, Sr. Tarolo mais recente tenha sido tão grande que lhe afectou a parte do cérebro que, digamos, pensa.

No outro dia assisti a uma entrevista a um tipo, um comediante muitissimo conhecido na América, não me recordo do nome (falha minha!) mas o mais importante é que este senhor so disse disparates, um deslumbramento em cada palavra que saia daquela boca. Só podemos imaginar o cataclismo que seria se o tipo muitíssimo conhecido, tipo Pedro Crispim mas na América, tivesse um blog…

O tema era o preço da fama e este tipo foi um actor de uma serie infantil quando tinha cerca de 6 anos mais recentemente um ex alcoolico e ex toxicodependente o que deu origem a um reality show da sua vida intima e familiar.Parafraseando o grande Peter Griffin: woah, woah, woah, woah, woah, woah, woah, woah, woah, woah…this is not my Batman mug. Que confusão, Pedro! Não te lembras do nome do homem mas lembras-te que tinhas cerca de seis anos. Mais recentemente transformou-se em ex-alcoólico e ex-toxicodependente; não sem antes, contudo, se ter transformado em alcoólico e toxicodependente. Digo eu.

O senhor dizia que era um rosto famoso classe A sendo na verdade um famoso classe BAdorava ver o ranking disto, a sério.

e que era viciado em FamaEu também era, adorava aquilo, aquela escola, muito gira, com as perneiras e o Leroy. Ah, o Leroy.

e que não via a sua vida de outra forma, que se não tiver um programa de tv ou de radio não consegue fazer mais nada na vida e deu o exemplo que nunca iria conseguir ser mecanico por exemplo, eu digo que existem pessoas tão idiotas que preferem passar fome a arranjar um qualquer trabalho honesto para sobreviver.Ou formar empresas, cito, de valorização de imagem.

Se ele ocupa-se o seutempo e as suas ideias com factores mais importantes e reais tais como as contas em vez de se preocupar se é ou não famoso e em que categoria se integra, era com toda a certeza uma pessoa mais interessante e um ser humano mais produtivo. Whoa, whoa, whoa, whoa, whoa, whoa, whoa, whoa, whoa… han?

O sentido de humor do Crispim foi claramente de férias. Já a brilhante construção frásica mantém-se. Ah, Crispim, Crispim, ainda terás o Mack para te admoestar melhor que mim…

Karvela

5 comentários:

Zariza disse...

FYI o nome do senhor era (e é) Danny Bonaduce.

jc disse...

"Adorava ver o ranking disto, a sério."

ask and you shall receive!

http://www.youtube.com/results?search_query=d+list&search_type=&aq=f

vildor disse...

"O pedro lançou-me o réptil" do género pegar numa osga e atirar para cima de ti?


Ps: Quando sao posts destes, devia fazer um logo a seguir a fazer de resumo, porque tar a ler aquilo tudo... meu deus...

BlueAngel disse...

Também me lembro do Leroy, "Meistra"!!! E da Fama também lol Bons tempos, bons tempos :-) beijocas larocas com amizade :-)

Pecadora disse...

Era o Pedro Crispim que tinha 6 anos ou era o "famoso" cómico? Fiquei perdida em tão belas e bem construidas frases (meu deus... o "homem" não acerta uma)!!