terça-feira, julho 01, 2008

E porquê esta ausência?
Ou
Um poema para ti, tutela que me odeia

Está calor.
Não recebo há que tempos.
Não tenho contrato de trabalho.
Não tenho recibos verdes.
Venho trabalhar todos os dias.
Uso o computador do trabalho para fins pessoais que é para os meus chefes supremos não se ficarem a rir.
Mas acho que eles se estão a rir mais do que eu.
Porque sempre recebem.
E essas coisas que as pessoas precisam para viver e comer.
Futilidades, não sei.
Mas, pelo menos, está calor.

Karvela

1 comentário:

Rick disse...

poor thing !!

hope things are better

take care

Rick