terça-feira, julho 08, 2008

Diário do exercício de Karvela
Pensamentos soltos


Hoje fiz uma modalidade chamada Fitlife. Era perto do meio-dia e é sempre ao meio-dia que me dá vontade de fazer exercício, por isso creio que o melhor para a minha saúde é mesmo despedir-me e passar a exercitar-me todos os dias ao meio-dia. Também é saudável estar num local onde me ofereçam certos privilégios, tipo salário. Dois a zero a favor do despedimento.

Segundo um artigo que li, uma hora de exercício apenas me queimou 300 calorias. Será que o feijão-frade com atum que vou comer ao almoço tem mais ou menos que isso? Só por causa das tosses vou enfiar pela goela abaixo natas instantâneas da Président, directamente da lata, que 300 calorias perdidas assim de madrugada é coisa para deixar uma gaja anémica.

Desta vez fiz alongamentos, o que terá resultados positivos, nomeadamente ao nível de eu não ficar três dias sem conseguir subir e descer escadas. Vivo num segundo andar. Tem sido chato.

Constato que tenho muito mais força de braços que de pernas, o que significa que posso andar à porrada mas a seguir não consigo fugir.

Karvela (Tenho sono e fome e quero matar quem inventou que o exercício era bom para as pessoas)

Sem comentários: