domingo, junho 15, 2008

Um drama pessoal

Não escrevo decentemente há algum tempo porque desde quinta-feira que sofro um profundo drama pessoal: fui fazer um levantamento de raízes e pareço um bichon maltês, por isso não tenho saído de casa sem o cabelo apanhado e/ou um casaco até aos pés e óculos de sol.

Erro #1 - Por mero impulso, fui à primeira cabeleireira que me apeteceu.
Erro #2 - O levantamento de raízes é uma ondulação e eu devia saber isso. Mas não sabia. E quando descobri fui em frente na mesma.

Estou ali que tempos, fiz toneladas de perguntas, incluindo "Isso é um rolo largo!?!?!", mas nada me prepararia para o resultado final. Quando vejo o cabelo finalizado só me apeteceu chorar e dar-lhe socos no nariz porque eu estava cheia de caracóis! E eu tinha dito, repetidamente, que só queria o volume, que não queria os caracóis. E ela podia ter respondido "Isso é impossível"... mas não! E, para ajudar, as restantes clientes, perante o meu ar incrédulo, diziam "Está com um ar muito natural!"... han!?!? Não estão a ajudar, pessoas com cabelo amarelo!
E eu ia respondendo às preocupações da cabeleireira em timbre de mentirosa, ou seja, quando estamos a tentar ter um tom de voz natural mas sai-nos algo ultrasónico (ouviam-se cães a uivar num raio de 5 km), "Não, está bom!" "Eu habituo-me!" "Sabe, é que entrei aqui com o cabelo colado à cabeça e saio daqui cheia de volume..." "Não se preocupe, está muito giro".
Chego a casa, proibo o kramer de olhar para mim durante 10 minutos e fecho-me na casa-de-banho. Incrivelmente, ele gosta do resultado. Mas não me convence muito porque como pode ele gostar do cabelo que poderia pertencer a um membro dos Whitesnake?

Estou deprimida durante dois dias, até que decido tomar uma atitude e compro um alisador. Fica perfeito. Cheio de volume mas liso, que era a intenção inicial. Um dia antes de voltar ao trabalho encontro a solução e respiro aliviada.

Contudo, como qualquer boa história Karveliana verídica, não há como escapar um destino de humilhação temporária, porque a carniceira não só estragou tudo com a ondulação como fez um corte de fugir a sete pés! Fez-me franja, o que, confirmando os receios que tinha quando o vi ondulado, está demasiadamente cortada, fazendo um bonito efeito de, ao natural parecer o cabelo da Tina Turner, fase "What's Love Got To Do With It"; e, liso, parecer uma fã dos Bon Jovi por volta de 1986.

Karvela (ah, que bom é encontrar soluções para problemas que nós próprios criamos!)

13 comentários:

Arnaldoooooo disse...

Pensa positivo....tens cabelo para essas aventuras...

Cabelo ondulado....não me é uma imagem completamente estranha....acho eu....

Black Sheep disse...

Estou solidária contigo, pelas razões óbvias. As pessoas com cabelos encaracolados sofrem muito, ai sofrem sofrem!

Armando disse...

FOTOS! FOTOS!

Naftalina disse...

A insastifação do cabelo colado à cabeça e o horror dos caracois!! Sofro do mesmo... Há uns anos fiz caracois e quando vi o resultado também me apeteceu matar a sra... Mas passada uma semana o cabelo tinha um aspecto mais agradável! Tanto que usei os ditos caracois durante 3 anos. Mas... cuidado! Nem todas as pessoas os sabem fazer. Temos de pedir caracois largos e suaves...

Maria do Consultório disse...

Been there, done that. E o pior é que a bodega da ondulação durou 1 ano e meio!
Agora está engrenhado, mas depois, daqui por mais uns 3 meses (I ain't kidding...), a coisa começa a ficar fixe, só que o cabelo cresceu e ficas com meia cabeça lisa e meia cabeça ondulada e com ar de menina das farturas das festas da Moita.
Quando ficas c uma ondulação suave-aquela que pretendias- já só tens caracóis nas pontas.
Ajudei?

Restelo disse...

É por isso que só corto o cabelo num sítio e só dois dos cabeleireiros de lá tocam nos meus finos (literally) cabelos com a tesoura.

Zariza disse...

Tens que mudar o cabelo do teu Meez.... ja nao corresponde a verdade (vai sem acentos que tou na russia.... e se arranjar um teclado normal ja e dificil quanto mais com acentos...)

Anónimo disse...

pois é amiga...
a mim aconteceu-me exactamente o mesmo...parecia uma marge simpson versão horizontal...
e a senhora cabeleireira disse-me antes de me fazer aquela miséria: "nunca pintes o cabelo depois!!! tiras isto tudo num instante!!"


a tua amiga pintou o cabelo 3 vezes de seguida e andou com ele apanhado durante meses...

maria

rititas disse...

não querendo ser chatinha... mas podias ter colocado uma foto do novo cabelo, porque com essas descrições todas só me deixaste com vontade de o ver!
(ok, metes a foto com a cara enublada para não sabermos que és tu).
*

Anónimo disse...

Mas que bueno es ser careca!

Sandra Cunha disse...

Já chorei a rir!

É claro que a desgraça alheia dá sempre um gozo do caraças :)

Bjs

... disse...

Ah, escreves com o cabelo, entendi!

Dauphin disse...

alguém me explica porque é que o gajedo acorreu a testemunhar as desgraças capilares da vida? A tua chafarica é lagostim ou a Lúcia Piloto? A quantidade de comments com: "ah e tal, até tive uma diarreia, sofro imenso com os caracóis das axilas e da boca do corpo, nunca mais faço sem lubrificante, despertou-me a hemorroidal..."....FDX!
E tu, porque é que não colocaste fotos, ao menos?