terça-feira, maio 20, 2008

É tão bom ter amigos, ter pai, ter mãe, ter avós, e é tão bom ter colegas, que são tão nerds quanto nós

Estávamos a caminho de beber o café depois de almoço quando, a propósito de nada, eu digo “twenty seven Da Vinci porcelain veneers”, um colega meu desfaz-se a rir e entrámos numa bonita conversa sobre os médicos com a mania que são senhoras de Fátima do Extreme Makeover.

Apesar de termos alienado toda a gente à nossa volta, estou muito contente por estares de regresso, pázinho.

Karvela (E ele entende a expressão “I’d tap that ass!”... apetece-me chorar de comoção…)

5 comentários:

Joana disse...

Cm te entendo...Costumo olhar p'gente q lê Terry Pratchett/Neil Gaiman/JKR/Whatever com um ar, 'ah, tb és como eu' ..embora seja mais geek que nerd :P

Extreme Makeover rocks! - especialmente os sketchs a gozar com o Home Edition :P

Daniela Major disse...

loool

Olha uma coisa, tive aqui a ver uns posts antigos...tu estas a fazer um mestrado e a trabalhar ao mesmo tempo?

Piston disse...

"When I look at a mouth it's like an artist looking at a canvas"

Undisclosed Recipient disse...

Sim, eu fiz o mestrado ao mesmo tempo que trabalhava. Ganda maluca!

Anónimo disse...

Tb estou feliz por ter voltado karvelinha!! (porque é que será que eu não me habituo a este nome??). Voltando ao Extreme (que nada tem a ver com o album em inglês da ninfa artémis - oh ninfa porque é que nos deixaste??) a minha parte preferida é a final para ver o brilhante trocadilho com que o narrador descreve a mudança, como: "from scrubs to scrumptious", ou ainda "from autumn to spring"...