quarta-feira, abril 02, 2008

É oficial: estou velha como o pó!

Na noite passada, a partir mais ou menos das 23h comecei a sentir umas dores impossíveis nas costas. A ideia inicial é sempre rins "Ai que se me vão explodir os rinzes aqui mesmo ai que dores vou mas é para o hospital!". Mas em vez disso fiquei sem dormir toda a noite, tendo acordado de um mini-sono mesmo a horas de telefonar para o trabalho a dizer que estava praticamente falecida.

O médico, ao fim do dia que eu passei a dormir, finalmente encontrando posição para me deitar, diz-me "Isto é lombalgia!", dando-me umas simpáticas palmadas no local onde realmente estão os rins e rindo-se "Se fosse rins já estavas aqui aos gritos...". Lombalgia é tão de idoso que me assusta. Se antes dos 30 já estou lombálgica vou chegar aos 60 no mínimo sem perninhas.

Bem, fico feliz que não seja nada de rins mas a verdade é que mal posso esperar pelo jantar para poder ir tomar os analgésicos e relaxantes musculares. Enquanto escrevo estou a fazer os chamados "calores húmidos", com toalhas e saco de água quente, sentindo-me com 402 anos, uma Matusalém que está quase a adormecer enquanto tenta perceber o enredo dos Morangos com Açúcar e a pensar que são todos tão giros mas se estivessem numa situação de reféns e lhes dissessem "Se conseguirem representar deixamo-vos ir em paz.", eram todos fuzilados de encontro a uma parede.

Kramer, tinhas razão, a minha postura é uma porcaria; Dr. Óscar, lamento mas 8kg já é peso a mais para mim (quem me manda arranjar um cão maricas que não pode subir e descer escadas?); pessoal do meu trabalho, arranjem-me lá uma cadeira nova que estou há um ano a pedir uma e nada; e quem me vir no autocarro dê-me três estalos se eu estiver sentada como uma pita, com os joelhos apoiados no banco da frente.

Karvela (QUERO DROGAS!)

Sem comentários: