terça-feira, abril 08, 2008

Maria das Dores, és grande!

De passagem por um tiosque (props para a minha tia que diz tiosque, como em "fui buber um café ao tiosque") vejo no 24 Horas que Maria das Dores, a senhora da mão de plástico, produtora genitora de David Motta com dois tt e muita bicheza, tentou cometer o pragmático acto do suicídio na cadeia com um lenço.

Que lenço? Um lenço de papel? Um kleenex, como dizem os bem? Um lenço de seda, que até é uma coisa que diz que faz um nó muito resistente? Ou seria uma goma gigante como a Juno?
Como fez ela? Pendurou-se num banco (props para a avó do kramer que no outro dia caiu de cima de um, e cito as palavras da própria "paneleiro de um banco") e depois armou-se em diva do género "ai que o bracito rolou-se-me para fora da grade..."?
E, tal como outras celebridades, porque não conseguiu?

Karvela

1 comentário:

Ana A. disse...

Tentativas de suicídio são fashion e rendem uns aeros de publicidade.