terça-feira, abril 08, 2008

Coisas que me irritam # ... eu sei lá... tipo bué

Chove. Tenho um chapéu de chuva. Como eu faço:
1º: fecho o chapéu;
2º: entro no autocarro;
3º: se não consegui fazê-lo ainda fora do autocarro, aperto o chapéu para não ir a pingar;
4º: sento-me;
5º: pouso o chapéu no chão.

Os outros, com raras excepções:
1º: entram no autocarro;
2º: fecham o chapéu;
3º: deixam o chapéu aberto roçando à sua passagem, molhado, nos braços de quem está sentado;
4º: sentam-se;
5º: colocam o chapéu entre eles e a pessoa que já lá está sentada, criando um bonito efeito de humidade da qual todos andámos a tentar fugir e que pensamos estar a salvo ao entrar num sítio com tecto;
6º: mantêm o chapéu bem pertinho como se fosse o seu primogénito.

Gente, povo, coisinhos: é um chapéu de chuva! Não é um bebé, não é um animalzinho de estimação, dá para pôr no chão e não incomodar as ssoas.
O meu chapéu custou 5 euros. Se o vosso também foi 5 euros não têm desculpa. Se têm um chapéu de marca espero que tenham noção que protege tanto como os outros e não é razão para mo enfiarem numa coxa de cada vez que se sentam ao meu lado.

Karvela (adoro chuva mas odeio ser pobre e suburbana. Em geral, mas mais nestes dias.)

1 comentário:

António Manuel Dias disse...

Coisinha, tem lá calma, é só água... :D