quarta-feira, abril 16, 2008

Behold the mighty Karvela

Com o magnífico poder do sarcasmo, apoiada na estrela da manhã à sua direita e no pau com bicos à sua esquerda, Karvela luta contra a religião organizada, as pessoas que dizem treuze, o Paulo Portas e betos com a franja a tapar os olhos. Os seus poderes são: voar, confundir as pessoas e rir-se quando alguém cai na rua. Gosta de: longos passeios na praia, fazer justiça com as próprias mãos. Não gosta de: caril, desigualdade, pinhões, pobreza, bicicletas tipo pasteleira. Quando era pequena queria ser: bombeira ou chamar-se Matilde.


Ide brincar aqui.



Karvela

3 comentários:

Minerva McGonagall disse...

Não há nada melhor que pinhões. Tens sorte em não gostar, são caros como o raio!

liliana disse...

nao ha grande surpresa em relaçao ao teu blog...é maluco como tu!curti bué, depois vai la ver o meu blog,ta?
biju!
li

Bxana disse...

Eu, se um dia procriar, vou chamar à minha filhota de Matilde. Ou chamo-lhe Hemengarda. Ainda não decidi.

(My herooooo!:)