quarta-feira, fevereiro 13, 2008

Anonymous… bite me!

Um anónimo enviou um comentário altamente grosseiro, que não reproduzo aqui, relativamente à máscara das Princesas Dianas.

Apraz-me dizer:

1. Dizes que ficámos desmascarados e não mascarados. Não compreendo. Claramente conheces-me, porque dizes que havia três gajas gordas no grupo e nós éramos quatro. Por isso obrigadinhos. Black Sheep, Mana Maria, sogra… lamento, soides gordas.
1.1. Amor, não saber contar é um flagelo. Três mais dois dá cinco e não seis, como claramente aparece na fotografia. Recomendo Rua Sésamo, Conde de Contar. Diz que vais da minha parte.


2. Para conversar melhor sobre os meus amigos, espero até que te cresça um par de tomates valente para receber um e-mail teu (relembro que é a.minha.mai.nova@gmail.com – podes copiar e colar no campo Para: da tua caixa de correio electrónico, para não te enganares) no qual podes explicar em detalhe a tua opinião. Assim será possível dizer-te pessoalmente – mesmo que esse pessoalmente seja via e-mail – o diâmetro do barrote que pretendo que enfies no cu.

Ou seja, Karvela cagou se lhe chamam nomes, mas salta se lhe tocam nos amigos. Tou enervada dos nervos.

Karvela (há anónimos fantásticos, não há?)

4 comentários:

Anónimo disse...

Acho o teu banner fascinante o.O

Tio Paulo (Dodi) disse...

Bem... estive a pensar seriamente a pensar o que deveria responder a essa pessoa "anónimo(a)".
Por momentos pensei:
- "Será que o(a) vou mandar para o caralho?", mas não, refleti e achei que era demasiado grosseiro. De facto até é por isso pensei noutra coisa.

- "Por certo é alguém que está com alguma crise existencial ou com uma indefinição de cariz sexual", mais uma vez reflecti... não também não vou dizer isto.

Depois de me teram estragado o fim do dia (não não foi com o comentário desta pessoa) decidi escrever o seguinte:

Não faço comentários a coisas que alguém diz sem ser capaz de se mostrar ou dizer quem é.

Ana Paula disse...

Dizes 3+2. Não será que o/a anonimo/o estaria a falar dos riverdancers?

Black Sheep disse...

Gordas?! BOAS, oh estúpido!! É BOAS e não gordas, com chicha, carnicha, curvas... estás a ver? E sim temos um ego enooorme e adoramos.