segunda-feira, janeiro 21, 2008

The honeymoon is SO over!

Hoje o kramer descobriu uma dura realidade: eu sei letras de canções de José Cid. Liga-me e diz "Ouve isto! Vê lá se conheces!" e põe a tocar o Amar como Jesus Amou e eu instintivamente começo a cantar. Só o ouço gritar para os colegas "ELA ESTÁ A CANTAR! ELA SABE A LETRA! Adeus, vou desligar!"

Perplexa com a reacção, ligo-me ao chat do gmail e esta foi a bonita conversa:

karvela: Tu não sabes a canção porque não foste escuteiro
Um dia uma criança me chamou
Olhou para os meus olhos a sorrir
kramer: pois
fui escoteiro com O
karvela: Caneta e papel na sua mão
Não sei a outra mas rima com ir
não sei quantos o que é preciso para ser feliz
Amar como Jesus amou
Andar como Jesus andou
Cuspir sangue como Jesus cuspiu
Levar na pá como Jesus levou
Sentir o que Jesus sentia
ele todo dentro da Maria
E ao chegar o fim do dia
kramer: doente!!!!!!!!!!!
kramer: tu és doente!!!!!!!!!!!!!
karvela: Então outra
Ter aquilo que Jesus tinha
Ele todo dentro da Fatinha
E ao chegar ao fim do dia
O Taveira aprovaria
Muito mais feliiiiiiiiiiiz
porque sou doente?
kramer: porque sabes essas letras TODAS



Well duh!

Faz parte do charme inerente de ser quem sou o facto de saber letras como

Tu és o Zé que chupas
tu és o chupador
tu és um mariquinhas
tu és o meu amor

ou

E faz de mim o teu sabor mais sentido
o teu bombom preferido-o
eu serei tudo por te querer...
e faz de mim, o doce dos teus desejos
tempero desses teus beijo-os
faz-me sentir muito mais mulher

ou o clássico

Uma lady na mesa
uma louca na cama
na maior safadeza
você diz que me ama
E na minha cabeça
Desvario e loucura
Quando você começa
Ninguém mais a segura.
E mexe remexe se enrosca se encosta
se abre (ew) se mostra pra mim
me agarra me morde me beija
não muuude que eu queeero você sempre assim!

Karvela (tenho mais, tenho muito mais...)

8 comentários:

Daniela disse...

Ah grande Karvela!

Eu estou constantemente a ser gozada pelo "amigo" Flávio (futuroqueerabrilhante.blogspot.com) por saber, só por exemplo a letra do Marco Paulo. Ou a letra da musica do genérico da novela "barriga de aluguer" que tem mais coisa menos coisa a minha idade.

Felizmente não estou sozinha! Tou contigo, our gift is our burden!


(e sim eu tb sei letras de josé cid, mas sou demasiado piegas para admiti-lo)

Anónimo disse...

Recuso a comentar este post.


Aquele que sabe as músicas de cor dos anos 60

Dauphin disse...

Não vou falar do zé cid, mas da letra das Tayti, essas bombas que fizeram furor ao cantarem o poema sui generis que citas na tua mensagem.

Uma vez na baixa apanhei um taxi, cujo condutor ouvia uma rádio de selecção musical criteriosa, que estava a passar essa música. O sr. taxista levantou o som. Espanto. Começou a trautear a música... duplo espanto. Na parte em que elas cantam: "eu serei tua só por te querer", o sr. taxista deve-se ter enganado e cantou com convicção "deixa a minha boca ir onde quiseeeeer"...

Rimou. Efectivamente rimou, se se enganou, ou não, rimou. Mas eu pedi para ele encostar imediatamente, paguei e saí.

Dreadasister disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!!

Marta disse...

Primeiro rebolei no chão a rir.
Depois chorei.

Lá nos meus tempos de faculdade, o Parra fez uma versão da música dos Cabeças no Ar. Qualquer coisa como "O rapaz chupa nos Restauradores/Dizem que é um emprego com saída" e "Sou capaz de te enr... coiso pelo Nataaaaall!"

Maria Vinagre disse...

E eu fiz um comentário sobre isto no post acima...

Quem me manda ler de cima para baixo???


........ piu! ..........

Headache disse...

Very Metal!

Piston disse...

http://www.youtube.com/watch?v=CWG0PlBzZD4