segunda-feira, dezembro 03, 2007

Este post tem bolinha
ou
A melhor expressão jamais utilizada para mini-saia

Cenário, mais uma vez, catamarã. Eu, kramer e o amigo B., dono de algumas das mais maravilhosas expressões. Estamos sentados nos aconchegados lugaritos do barco, eu entalada entre dois porta-aviões sem me poder mexer. Olhamos para o lado e ao fundo está a sentar-se uma senhora, quarentona toda despachada, que adora vestir-se como se tivesse menos 20 anos, feia como trovões, mas que até é uma bacana.

B. - Foda-se, parece um cavalo de combate!
Karvela - Não sejas assim, eu já tenho bebido café com ela ali no bar e a mulher até é uma porreira.
B. - Não duvido, mas tu já viste bem a roupa dela?
Karvela - E achas que ela não pode? Quando traz as mini-saias até tem umas belas pernas...
B. - Os abat-jours de cona, queres tu dizer...

Melhor. Expressão. De. Sempre!!!

Karvela

9 comentários:

Anónimo disse...

lololol!

ge-nial!!!

fab_nao_entende_como_agora_esta_merda_nao_deixa_pormos_nome_nos_comentários_ficando_como_anónimo_rastapartice.

Anónimo disse...

perdao, mas tive de voltar a comentar.

Querida, dear karv,
e a menina tem noçao que agora cada vez que pesquisar no google a seguinte expressao: "abat-jours de cona", sairá o link para a sua pagina?

Karv num dá ponto sim nóoooo.

fab_luvs_lagostim

Nuno T disse...

Tenho a dizer, que dentro das expressões que usam a palavra cona, essa é superior a "peidinhos de cona", "papinho de cona" e o célebre "cona mole".
Já disse.

Bjs**

dauphin disse...

já registaram essa merda no Palácio Foz? Há muito que não lia uma tão boa!

Arnaldo disse...

Eu conheço uma pessoa que é tal e qual como descreves: meia idade, roupa como se tivesse 20 (alguma como estivessemos nos anos 60).

Anónimo disse...

...isa,
tou curiosa,
kem é o amigo B.?

Anti disse...

boas karvela,

Só para informar que com a expressão a "abat-jours de cona" conquistaste o respeito de um rapazito do norte.

Li mais de metade do teu blog hoje e prometo passar aqui para ler o resto.

Mack disse...

Ainda melhor que que a expressão "abat-jours de cona" (per se, capaz de levar a freira mais católica, às lágrimas), foi ver o ar satisfeito do ratzinger, no fundo da página, como quem agradece a um público ao rubro após o próprio ter utilizado a expressão.

kramer disse...

Pagava para ter sido eu a lembrar-me dessa.

Genial.