sábado, novembro 03, 2007

Notas culinárias

O advento da minha alteração residencial durante 2007 veio trazer a descoberta de uma cozinheira em mim. A especialidade: bolonhesa. Escolho uma massa (mamassa?) qualquer e lá vou eu fazer o molho. Sem receita, vou experimentando, aperfeiçoando e hoje já tenho um esquema catita para fazer uma bolonhesa de chorar.

E hoje ao almoço foi literalmente de chorar.

Estou a fazer um esforço consciente para não ter preconceitos com a comida picante. Comecei com o chile con carne e agora já ando a fazer experiências nos restaurantes indianos. Por isso, dá-lhe com uma malagueta para dentro da bolonhesa.

Nota 1: as sementes é que têm o picante, por isso, partir uma malagueta pequenina ao meio dá um nível de picante perfeito.
Nota 2: misturar malaguetas vermelhas em bolonhesa cheia de molho de tomate pode dar resultados interessantes como comer as sementes sem querer.
Nota 3: ter a boca em chamas não é positivo.

Karvela (com um falar novo)

2 comentários:

Minerva McGonagall disse...

Já me aconteceu trincar uma malagueta que vinha na sopa da pedra que tanto aprecio num café ao pé da biblioteca.

ia morrendo!

tagouy disse...

Agora que estou obrigada a uma dieta rigorosa fiquei viciada em blogs culinários, é incrivel como é tão fácil fazer palmiers.....