quarta-feira, novembro 07, 2007

Kenga!

Tudo que Carolina Salgado pisa, toca ou roça transforma-se instantaneamente em casa de putas. Prova fotográfica: Cinemas UCI Freeport Alcochete dois dias depois da estreia do filme Corrupção. Parece o cabaré da coxa!


Karvela (é que adoro mesmo a palavra kenga. E dizê-la sem sotaque de Tieta? Impossível!)

3 comentários:

Bxana disse...

Absolutamente de acordo!;)

Anónimo disse...

Sabes lá tu o que é um lupanar... aquela coisa requintada, de rubros veludos manchados de vómitos de gente poderosa, de fedor a carne podre e cremes faciais da loja chinesa, de luzes piscantes que ensombram as pregas flácidas das pegas desdentadas... Sabes lá tu...
É uma experiência inesquecível! De se torcer todo para não se mijar a rir

Minerva McGonagall disse...

Cabrita!