quarta-feira, setembro 26, 2007

Campo de senhorinhas abandonadas

A maria encontrou-as e fotografou-as. Encontrou o campo onde o meu pai abandonou a nossa senhorinha há anos e anos e anos... e ali está ela, ao fundo, abanando as borlas, como que a dizer "Nunca esqueci os rabos gordos que em mim se sentaram..."

Só estranho o meu pai ter deixado a senhorinha tão perto do Kilimanjaro...

Karvela

5 comentários:

maria disse...

foda-se o teu pai fartou-se de andar!!...tadinho e com uma senhorinha às costas...

:D

Mack disse...

vocês conseguem dizer "senhorinha" sem fazerem sotaque beirão?

shinhôirinha

epá... sinto-me sempre compelido a fazer este sotaque quando me refiro a esta peça de refinado mobiliário.

Bxana disse...

E estão em bom estado,já viste???

Daniela disse...

Exma Sra Karvela, correndo o risco de ser almaldiçoda até à quinta geração, mais ainda de ser injuriada violentamente, venho por este meio informa-la que existe um desafio daqueles mesmo mesmo mesmo bons no meu blog. Para si. Pronto.
E é só!

Anónimo disse...

Isso das senhórinhas (é assim que o meu povo diz) já passou à História. Agora o que está a dar é aquelas cadeiras de massagem, articuladas e com comando. C'est le super de le nouveau richesse!