segunda-feira, agosto 06, 2007

Olha, fássanos!

28 anos é o total de anos que já vivi.
No último ano consegui fazer muitas coisas, nomeadamente adiar a tese, que tem sido o trabalho mais duro da minha vida. É que ainda é um porradão de páginas para adiar!
Também consegui continuar a não receber a horas, o que se torna chato nomeadamente no que toca a comprar sapatos, hábito que tenho vindo a perder e pelo qual culpo apenas e só o Estado Português que não retribui os recibos verdes que com tanto carinho preencho com a hercúlea tarefa de, tipo, pagar.
Consegui não deixar de ser bela e adorável. Ou inteligente. Nem deixei de ter piada. Está bem, deixei de ser adorável, mas isso é porque tenho 28 anos e as pessoas com 28 anos não são adoráveis, são irritantes como aqueles cães que a gente não consegue ver a idade porque já não são cachorros mas também ainda não são velhos e só apetece dar pontapé e por isso apetece-me dar pontapés no meu próprio traseiro o que nos leva a:
Consegui não praticar yoga com a devida frequência e, por isso, consegui não dominar ainda a arte do auto-pontapé.
Consegui manter-me um ser parasitário no que toca a viver à custa de outrém, se bem que noutro agregado. No fundo, mudou só a cabeça da qual este piolho nojento que vos escreve se alimenta.
Também consegui manter o recorde de ser a pessoa com 1,60m mais trapalhona e desengonçada que jamais existiu.

Por isso, parabéns a mim, que consegui passar mais um ano sem cair na linha do metro nem ser empurrada na passadeira enquanto o sinal está vermelho para os peões. Não caiu o avião no qual fui para a Tunísia (mas, atenção, há esperança, ainda pode cair aquele no qual vou para Barcelona!) e não me electrocutei com o secador de cabelo. Não fiquei com os dedos presos num cortador de fiambre e também ainda não foi desta que abracei o ursinho de peluche que foi retirado das lojas e que lá dentro tem vidros partidos. Também ainda não foi desta que enfiei uma Bic na jugular inadvertidamente nem estudei perto demais uma cobra-capelo.

Universo, toma lá 28 anos disto e amanha-te. Tu é que estás a falhar porque eu vou sobrevivendo!

Karvela (Recebi o Nokia N70 uma semana antes do aniversário e, se querem mesmo saber, sim, ele já caiu duas vezes)

6 comentários:

JS disse...

PARABENS!!!

Flávio disse...

Pfff... 28 anos!
Não se tem idade suficiente para algumas coisas mas já somos crescidos para outras...
E olha que aos 30 fica tudo na mesma, portanto não tenhas pressa.

Muitos parabéns!

Bxana disse...

Fazes anos?

A sério?

Ahhhh... PARABÉNS!!!:)



Miaus de aniversário!
Bxana

- Nuno T - disse...

Panhabéins (entende isto como: Parabéns atrasados).

;)

Anónimo disse...

Parabens!
Quanto a recibos verdes, esses malditos, aqui fica :

http://fartosdestesrecibosverdes.blogspot.com/

Não sei se já conheces.

:))

Anónimo disse...

Muitos parabéns!!

aqui fica uma coisa relacionada com os recibos verdes, espero que comentes no teu blog e pelos teus amigos.

http://fartosdestesrecibosverdes.blogspot.com/
Bjs
célia