sexta-feira, julho 20, 2007

For shame!

Fui ao otorrinolaringologista. A otite era...

... esperem...


... esperem...


... esperem...


... era...


... cera.


Era cera.


Nas imortais palavras do médico "Você tem aqui cera de anos!" Ou seja, não só tomei antibiótico para uma infecção inexistente como estava cheia de dores porque tinha cera! Enfiou-me um Vaporetto pelo orelhame adentro e sugou para cima de três quilos de cera, tendo ainda a lata de me oferecer a que sobrou.

Gostei do senhor, até porque agora ouço muito melhor as vozes dentro da minha cabeça, com um ecozinho giro e tudo. Continuo um bocado esquizofrénica mas agora as vozes têm uma bonita acústica, parece que estão numa casa-de-banho!

Karvela (Eco... eco... eco...)

7 comentários:

Eu disse...

Isso é um sinal de Deus!
É sinal para usar a cera e fazer velas para ofertar á Assembleia de Deus.
E olha que depois de teres partilhado a praia com o Demo, é melhor não arriscares...

Maria Vinagre disse...

LOL!

Lembrei-me do Shrek a tirar o rolhão de cera e a acender com ele uma vela! :)

Alf disse...

E mel? Também produzes mel?

Bxana disse...

Diálogo hipoteticamente real:

K: É verdade, era cera! Tiraram-me aquela porcaria toda, fui "aspirada"!

B: Mas era assim tanto??

K: Era! Ainda tenho aqui na mala! Queres ver???

B: Nááá... deixa, fica para outra vez...

:)

Miau grande!

kramer disse...

A ver se à conta do Vaporeto não vei mais nada agarrado à cera.......

:-p

rauuuuu

rititas disse...

eu sei o que isso é.. a mim aconteceu-me pior (todas as otites são más, mas as situações embaraçosas também): o médico estava a aspirar-me os ouvidos quando um bocado de cera (um bocado de 4 ou 5 cm) prendeu-se no meu bonito cabelo encaracolado. Eu fiquei envergonhada e o médico disse "ahah! olha que giro! tens cera no cabelo!" a linha de fronteira entre estar envergonhada e estar enojada era muito ténue..
(long live the otoringolarinologistes)

Pato Mickey disse...

Amiga Karvela: agora é que podes ser uma artista da radio tv disco e cassete pirata. Basta seguires letras como a da outra que diz assim:
"debaixo do meu guarda chuva - UVA - UVA - UVA - UVA! HEY - HEY - HEY!"

Pato (andãr mai ambaréllãh!)