sexta-feira, junho 01, 2007

António Costa, diz que o Zé faz falta



E, lá atrás, um favorito de todos, "O Zé faz falta". Realmente, para fálico, tem a subtileza de uma imagem de um comboio a entrar no túnel ou de uma garrafa de champanhe com o líquido a jorrar. E a mãozinha do Costa. A mãozinha! Este pessoal que comenta o blog realmente nota coisas... é que parece mesmo a senhora abaixo, mas em monhé:

Karvela (eu aprendi a palavra "monhé" nos anúncios de tolerância racial que dão no cinema. Onde misturam "preto" com "monhé" com "de leste" e, o insulto mais brutal, "branco". Deve ter sido o mesmo criativo do Trrim trrim...).

2 comentários:

BlueAngel disse...

Esse criativo deveria ser suicidado por alguém!

Dreadasister disse...

TU NÃO E-XIS-TES! Rigor mortis...! Ainda não parei de rir...!