quarta-feira, maio 02, 2007

Um putedo, é o que isto é!

Como ex-directora técnica de uma IPSS honesta (ah pois, ela é isso) e colega e amiga de uma pessoa directamente lesada pela Fundação D. Pedro IV, declaro aqui mesmo o Dr. Canto Moniz como persona non grata.

Dr. Canto Moniz, ao olhar para o seu ar de beato mal resolvido deu-me vontade de contactar uns amigos altos e espadaúdos que tenho escondidos para o levarem até um beco e lhe fazerem umas festinhas. Daquelas festinhas que fazem com que um indivíduo fique sem dentes, sabe? Até lhe fazia um favor, dada a dentição amarela e proeminente no maxilar de baixo, dando a entender que o elo perdido pode estar mais perto do que imaginávamos. Mas não o vou fazer, está aqui prometido. Acho que olhar para essa cara ao espelho todas as manhãs já é castigo suficiente.

Coitado.

Karvela (um putedo, I tells ya!)

5 comentários:

BlueAngel disse...

Por acaso, não me podes emprestasr esses "amigos altos e espadaúdos que tenho escondidos para o levarem até um beco e lhe fazerem umas festinhas" para irem fazer uns cafunés a um fdp de um colega meu! Dava-me tanto jeitinho!!! Agradecida!!!

Carlos Palminha disse...

"Fundação, inquérito, extinção, juízes e muito mistério!" (a cronologia) em: http://amendoeiras.blogspot.com/2006/11/fundao-inqurito-extino-juzes-e-muito.html

Carlos Palminha disse...

A cronologia: Fundação, inquérito, extinção, juízes e muito mistério!

Farofia disse...

Raios Parta este Moniz.. rendas que passam dos 3 euros pros 250 euros!! Ah Brutooo!!!

Beijos
Farofia

http://farofiasbaldrocas.blogspot.com/

That Old Anonymous disse...

Eu bem que tinha um palpite que tu és uma ex-celebridade!

Estou a brincar, não te zangues! Nem contes aos amigos que eu disse aquilo, hã?...

Ok! Ok! A Karvela é uma celebridade! Ah pois, uma CE-LE-BRI-DA-DE!

(Parece que safei os costados!)

E agora um pouco de cultura: a palavra "celebridade" tem raiz na palavra latina "celebre", que, como se sabe, significa notável. Portanto, uma celebridade é uma pessoa com uma idade notável, não é, oh cota?...

Ai! Estou perdido! Desta vez é que embarco com tanta porrada!