quinta-feira, janeiro 11, 2007

Não gosto de si, senhor!

Adoro um sítio em Lisboa que é o Pão Pão Queijo Queijo, melhor casa de sandes do país, sítio mítico do meu percurso universitário e, agora, ocasional paragem a caminho do trabalho. Mas vou deixar de lá ir porque o dono trata-me sempre por “Minha senhora”.
Exemplo:
Karvela – Desculpe lá estar a pagar com 10 euros, não tenho mais pequeno…
Dono do Pão Pão Queijo Queijo – Não faz mal nenhum, minha senhora.

Odeio-o.
Mas adoro pão.
Mas odeio-o.

Karvela

2 comentários:

Anónimo disse...

Assume gaja: tás velha....com piada mas velha. És da década de 70....


Arnaldo

Anónimo disse...

(Acho que conheço esse senhor... já lá estive no pão pão)

Isso não se faz realmente. A passagem de "menina " para "senhora" é das mais traumáticas na vida de uma mulher.