quinta-feira, dezembro 28, 2006

Toma que é para aprenderes a não ser pedinchão
Post # 2 dedicado ao Arnaldo


Eu, o Arnaldo e um amigo em comum fomos almoçar no dia 13 de Maio (em 2005…), saímos do carro, e falávamos alegremente sobre sermos três pastorinhos a comemorar as aparições. O Arnaldo já tinha escolhido ser o Francisco, eu a Lúcia e o nosso amigo gritava “Não quero ser o preto!!!” (confundindo a história das marias magas com a da santa maluca que vai aparecer a pastores em vez de ir aparecer ao Dr. Oliveira Salazar)… e eis que do nada aparece uma bola amarela no chão. Com um bocadinho de medo olhámos todos para o céu…

… não havia lá nada, fomos comer. Era preciso estar lá…

Karvela

1 comentário:

Anónimo disse...

Errata: o que o nosso amigo dizia era, e passo a citar, "não quero ser o preto". Porquê? Uma mera troca entre as histórias das Marias Magas e dos Pastores de Fátima