segunda-feira, dezembro 04, 2006


Nova Gente, Monarquia, Carros, Loucura, Morte
Ou
Escrever como se pensa

Nas páginas seguintes da Nova Gente desta semana, o Ribeiro Telles a beijar a mão à Isabel de Herédia. É que nem paga, meus amigos!

Os monárquicos irritam-me. De todas as pessoas que põem autocolantes nos pára-choques dos carros, aqueles que mais me apetece abalroar são os monárquicos e aquele pessoal que têm Jesus fish.

Esses e os que têm crucifixos. Hello!!! Se conduzirem mal não é um rosário que vos vais safar!

E os que se atrevem a ter um cd? Um cd, senhores? Para encandear os outros na estrada, meus patifes?

Só há dois tipos de pessoas: as que têm coisas ridículas penduradas nos espelhos retrovisores dos carros, as que têm coisas fixes penduradas nos espelhos retrovisores dos carros.

Coisas ridículas penduradas nos espelhos retrovisores dos carros:
Crucifixos
Cd’s
Pinheiros de cheiro
Pinheiros verdadeiros

Coisas fixes para ter penduradas nos espelhos dos carros:
Flamingos
Dados felpudos

O meu carro chama-se João Pedro. Tem um flamingo pendurado no espelho retrovisor. Está a pensar mudar o nome para Marília. Porque tem uma gaja dentro dele.
Karvela

6 comentários:

BlueAngel disse...

lol Não consigo parar de rir com a imagem de um pinheiro verdadeiro pendurado no espelho retrovisor de um carro! lol

Sandra Cunha disse...

Esqueceste-te de outro tipo de pessoas: os que trabalham tanto, tanto tanto para sobreviver que nem têm tempo para pendurar nada no retrovisor do carro (como eu) e claro, os que simplesmente, não têm carro :)

Sandra Cunha disse...

Esqueceste-te de outro tipo de pessoas: os que trabalham tanto, tanto tanto para sobreviver que nem têm tempo para pendurar nada no retrovisor do carro (como eu) e claro, os que simplesmente, não têm carro :)

Anónimo disse...

Eu já vi um carro com um soutien pendurado no espelho retrovisor!

Bxana disse...

Pinheiros verdadeiros?

Essa nunca vi!!!=)

Anónimo disse...

Dados é fixe? Pelo menos os gajos dos cd's tinham o intento de ludibriar a Via Verde. Tudo o que seja patifaria acho que merece o nosso respeito.