sexta-feira, novembro 17, 2006

A foto

O encontro de ontem entre os três bloggers foi pautado por vários eventos:
A troca de presentes - cd's, dvd's e certificados de apreço (uma espécie de três reis magos mas em muito mais giros);
A baba que insistia em saltar da minha boca directamente para o fato do fartpudding sempre que uma palavra tinha um p ou um f;
O almoço no qual eu, perante os grelhados no restaurante Feijão Branco, disse: "Não ponha daquele chouriço escuro!", apenas para ouvir as gargalhadas sonoras da Zariza e do fartpudding, que sabiam que na verdade aquilo se chamava morcela de arroz;
As fotos dementes que tirámos.

A foto. A foto deve ser sempre referida por A foto. Nela, uma muito distorcida Zariza, uma Karvela que saiu do plano por alguma razão que me é alheia e uma majestosa, uma sumptuosa, uma mui nobre... correia de máquina. A foto, aquela que será um dia conhecida e referida como A foto, fica aqui. A foto, aquela que melhor descreve um almoço no qual foram ditas alarvidades à velocidade da luz. Porque tinhamos pouco tempo, porque habitualmente dizemos alarvidades a uma velocidade normal. A foto.


Karvela

3 comentários:

Arnaldoooooo disse...

A máquina parece boa. A Zariza é GIRA....

W. disse...

Morcela de Arroz = agonia!

Casemiro dos Plásticos disse...

mal apanhada lol