domingo, setembro 03, 2006

Casino, Casino, amor intriga e mistério...

Ontem fui pela primeira vez ao Casino de Lisboa. Lá estoirei 20 euros inutilmente nas slots, e lá fui ao café de plataformas rotativas que é o lugar ideal para beber um Delta estupidamente caro. Mas deram-nos pão (comi uma tosta) e circo (literalmente, havia números de circo entre actuações da banda), e foi giro e fiquei com os ouvidos a zunir de tantas luzes.

Parte interessante da noite foi ter visto as gémeas Esteves Cardoso. A beleza, coitadas, herdaram do pai; o corpinho, felizmente para elas, devem ter herdado da mãe. São relações públicas, essa nobre profissão que toca geralmente a quem não sabe fazer mais nada. Fiquei feliz por ter estado mesmo ao lado de uma delas porque apercebi-me que se eu me vestisse assim também teria bom aspecto; porque no palminho de cara estou uns furos acima delas... se me vestisse à pêga de luxo seria o sucesso da noite.

Mundo, anuncio! Eu escolho ser desenxabida!

Karvela

2 comentários:

Arnaldoooooo disse...

O que querias sei eu...era o Casino Royal....

Ah....as gémeas MEC estão para o casino de Lisboa, como o Júlio César está para o Casino Estoril....

Black Sheep disse...

De facto, o Júlio César é o espelho do Casino Estoril...há lá coisa mais decrépita!