sexta-feira, setembro 08, 2006

Bonitas estórias da Bíblia
Parte I I
O Dilúvio


Do mundo aquele pessoal só conhecia o equivalente ao Barreiro. Qualquer metro cúbico de água que lhes chegasse ao tornozelo era ai o dilúvio ai o dilúvio! Houve um maluco que enfiou dois coelhos e dois cavalos velhos num bote, chamou um jornalista do Tal & Qual e a notícia foi “Homem constrói arca e leva dois de cada para a Salvação”. As pessoas, já na altura, só liam os cabeçalhos, porque se lessem com atenção, a notícia real era:

“Noé, conhecido tonto da aldeia, tomou dois de cada um dos seus animais, coelhos e cavalos, e enfiou-os a custo na barcaça que andou a construir no último mês, enquanto rezava fervorosamente pela Salvação da sua alma. Todos se riram muito quando a barcaça não passou do quintal do Noé, até porque choveu 40 dias e 40 noites, mas não passou de morrinha enervante.”

Karvela

4 comentários:

kramer disse...

Um gajo foi mas é um génio da construção naval....
Fazer um barco tão grande em tão pouco temp.
Tratou-se do primeiro navio cruzeiro.
"Arch of the Seas" da Royal Noe

Arnaldoooooo disse...

Além do génio referido pelo leitor Kramer, reparem na força...ele fez isto sozinho com os 2 ou 3 filhos que teve. E o trabalho de meter lá bichos de todo o planeta. Menos gatos.

Como é que os gatos sobreviveram ao dilúvio?

BlueAngel disse...

Se os engenheiros do Titanic tivessem falado com o Noé ter-se-ia evitado uma grande tragédia.:-)

el busho disse...

Cá pra mim o Sr. Noé roubou os bichos de algum zoo e depois deu a desculpa que foi Deus que o mandou fazer aquilo...

-Ái Sr. agenti, isto nã é tráfico ilegali, foi Deus que mandou, 's mês filhos sâ testemunhas, ái, só implicando com os ciganos, ái...