quinta-feira, agosto 31, 2006

Obrigada Fabricius!

Mesmo estando longe (ou seja, sendo emigrante), o meu rico Fabricius hoje enviou-me a nossa música, que aqui partilho.

Nos idos de 1994, 1995, Fabricius apresenta-me esse movimento civil chamado Enapá 2000. Daí até hoje, entre os dois, comprámos todos os álbuns de Enapá e de Irmãos Catita.

Era de tarde, Fabricius põe o CD e diz-me "Vais adorar esta!". E "Emigrante" foi a música que me ia matando porque ri tanto que não conseguia respirar. Fast forward até 2006, Fabricius telefona-me a cantar, sem parar "Éééééés uma lady lady lady lady lady lady". E pela segunda vez os Enapá 2000 tentaram matar-me.



Karvela (sou uma lady lady lady lady lady)

6 comentários:

Fabricius disse...

oh pahzinha...Se esta musica falasse! lololol

maria da rosa disse...

Experimenta ouvir os corações de atum ... eu acho uma delicia !

Arnaldoooooo disse...

Questão: a referência a esta música com o vocábulo "lady" foi de propósito para prestar homenagem à Di?

Anónimo disse...

...isa,
só tenho 1 coisa a dizer:
Ena pá!

Dauphin disse...

Gnnnnnnnggrunfffff! Este gajo tem uma lata!!! Que facínora! Para ti atira um hino de sublime qualidade, a mim deixa-me um cabrão de um vídeo do Sr. Pai da Ana Malhoa com umas coralistas do pior, sendo que uma das miudas tem cabelo curto e surripiou a camisa do pai cortando-lhe as mangas! filho da mãe do espanhol!!!

Fartpudding disse...

Oh pá eu gosto tanto deste individuo!
Numa altura, nos meus tempos de jovem estive com ele, a beber vinho branco Camar embrulhado numa bandeira de Cuba, enquanto ele vestia um fato de treino amarelo da Tave. Estivemos a falar sobre Cuba e a Baía dos Porcos. Pouco depois, durante o concerto improvisou uma música em que a letra era apenas a repetição constante da palavra "Cuba"! Eu estava pendurado nas grades... e estava bêbado... oh se estava!!