terça-feira, agosto 08, 2006

Conversas deprimentes pós-aniversário

No msn:
Puto charila - Então, já estás naquela idade que ficaste sem o cartão jovem, não é?
Karvela (chorando convulsivamente) - Nem me tinha lembrado disso.

Karvela

6 comentários:

Anónimo disse...

há que ver as coisas pelo lado positivo, já falta menos para teres o "cartão reformado"

tagouy disse...

é essa do cartão jovem e os descontos em museus também acabaram prepara-te amiga para uma nova visão da vida...

Marta disse...

mas não é a partir desta idade que é tudo a abrir? mais ainda se tivermos um emprego em que podemos chular toda a gente, ir para a praia no horário de serviço e ganhar uma batelada ao fim do mês, mas isso já não é para todos...

virgolina disse...

Mas esse cartão ainda existe??!!

O Mafarrico disse...

Oh, sim! Bem-vinda ao clube dos não-jovens e sem cartão...

Ninguém me chamou a atenção para isso, eu própria o constatei. O pior é relembrarem-me dessa triste circunstância sempre que quero comprar um bilhete na CP para viagens de longa distância:
- Tem o Cartão Jovem, menina?
Eu, com espasmos faciais - Não! Já passei a idade...

Deprimente! E sim, fui abençoada com uma carinha de menina novinha...

Dauphin disse...

Afoga-te aí nas mágoas da parvónia que é ter apenas 27 anos e achar-se velho... neste caso particular, velha. No futuro verás como eras tout simplement une pita quando pensavas coisas horríveis a teu respeito, sentindo os 97 a correrem céleres nas tuas veias, qd completavas apenas uns míseros 27 anos... engrossa as fileiras daqueles que têm a absoluta certeza que a partir dos 40 começarão a viver o que tu querem, realmente, viver! Junta a tua à nossa voz! A propósito, em que data é que é este ano na Atalaia?