domingo, agosto 20, 2006

Conduzir na Grécia

Não sei se é um comportamento extrapolável a toda a Grécia, mas pelo menos os amigos Cretenses são donos de uma prática invejável na condução, à qual chamei as duas faixas psicológicas. Imaginemos um carro mais lento, mais velho, num caminho comparável a uma das nossas estradas nacionais, mas com bermas mais largas. Pois se vem um carro mais rápido, o outro automaticamente desvia-se para o deixar passar. Carros lentos e autocarros circulam na berma; carros melhorzinhos ultrapassam. E assim se faz de uma estrada com duas faixas, um confortável itinerário de quatro.

Karvela

1 comentário:

Arnaldoooooo disse...

Engraçado que em cada país de viajas analisas sempre as práticas de condução dos povos irmãos....Tás armada em Bruno Nogueira com piada....