quinta-feira, junho 08, 2006

João Quadros, Renaissance Man

Admito aqui a minha paixão mal resolvida pelo João Quadros. Já conhecia o seu trabalho demolidor de outras guerras, mas o círculo completou-se quando o vi n'O Homem que Mordeu o Cão ao vivo. Depois continuei a segui-lo (atrás das árvores, com um bigode falso) e fiquei deliciada quando o vi na semana passada no programa do Aldo Lima vestido de pássaro amarelo. Gritei, em pleno restaurante: "Olha o João Quadros na televisão! Ahahahaah! E está vestido de pássaro!!!". Enquanto toda a gente não se ria precisamente porque ele estava vestido de pássaro. E porque ninguém sabia quem raio era o homem.

Agora, o amigo Quadros é comentador no programa inenarrável Um Prazer dos Diabos. Bolas, vou ter que começar a ver... a Adelaide de Sousa, a beber água, com os olhos arregaladíssimos, quando o João começou a fazer a sua apresentação foi um momento excelente!

Recomendo a crónica do João Quadros n'O Inimigo Público, mesmo em cima da tira de BD do Markl. Ele escreve alternadamente com o Luís Filipe Borges dos Pastéis de Nata, mas sempre que é a semana do Quadros, sobre a tira do Markl, eu juro que solto um gritinho duplo, de fã histérica!

Karvela

4 comentários:

Anónimo disse...

...isa,
por incrível k pareça...dado dizerem por aí k conheço toda a gente...não vão acreditar!
O apresentador dos pastéis de nata, foi meu colega na faculdade!
E...agora....coeço a acreditar k realmente conheço toda a gente!
e...com isto... decidi, vou concorrer a PR, a 1ª mulher PR, deste apís, pekeno e maravilhoso em k alguém conhece toda a gente e k foi ameaçada de morte por apoxia!

Anónimo disse...

O João Quadros, se é quem eu penso, como humorista só tem um problema. É não ter graça nenhuma.

Anónimo disse...

...isa,
ainda ñ percebi 1 coisa! Se as pessoas ñ têm a certeza de quem estão a falar, pk é k se pronunciam??? Se pensa que é...verifique! Dp participe ou cale-se p sp, pk o + provável é o facto de ele ser sarcástico e ser necessário ter 1 palmo de testa para perceber as piadas!

Anónimo disse...

Confirma-se. É mesmo quem eu penso. E não é por ser sarcástico. Não tem mesmo graça nenhuma.