quarta-feira, abril 19, 2006

The irony just kills me

Tentei gravar no PC, com a placa de TV, um programa que estava a dar na RTP Memória. Mas não tinha o canal memorizado.

Karvela

_____
Respostas:

Fabricius, seu bisonte desgovernado... Não percebeste o trocadilho. Eu explico devagarinho. A ironia era o canal memória não estar memorizado. Memória. Memorizado.

virgolina, era a Cândida Branca-Flor a cantar. "Mas porquê?", perguntas tu. E eu respondo... porque ela foi a diva do fitness dos anos 80/ 90 e uma grande senhora do suicídio. Estes dois factores só se conjungam na mesma pessoa se ela for muito especial!

6 comentários:

Fabrícius disse...

aqui está um post realmente interessante. Ouve lá, o que é q temos a ver com isso? Deixa-me adivinhar, quando estiveres grávida vais fazer um blog a contar tudo tintim por tintim? realmente...ele há pessoas..

virgolina disse...

Ah , pois claro!! Já agora, que programa é que era??!!

Fabrícius disse...

ok. com esta conseguiste que deixasse de dar prioridade à tua vidinha desinteressante. vou tirar este blog da minha homepage. vou dar prioridade a outros. Deixaste de ser minha amiga. vou fazer amigos longe da tua porta. beijos. ups..nao, ...

Arnaldoooooo disse...

Grava e mostra à malta....Ah....e a referência a sodona Cândida Branca Flor....pensei que era agora que era publicada ao mundo uma das melhores piadas ditas pelo amigo Fabricius....foi pena

Dauphin disse...

Disseste uma "senhora do suicídio"? Vou meditar nestas tuas palavras...

Admirador secreto disse...

Que maldade... a Cândida Branca Flor foi uma grande Senhora da música popular portuguesa e muito respeitada por uma geração "mais antiga". Não vejo porque censuram alguém que - no seu estilo - procurou ser o mais profissional possível e revelar uma entrega única.

E não se matou: A nossa sociedade é que anda a matar as pessoas!