sexta-feira, março 03, 2006

Just another day commuting with the poor

Mais uma experiência na Carris. 9h30 da manhã. Carreira 51. Pedaço entre a paragem Rua da Junqueira e Hospital Egas Moniz.
Um senhor, convenientemente vestido de fato de treino (adiante designado sr. do fatrén) desata aos berros no autocarro: "RANHOSA! RANHOSA!!!". E fiquei a pensar que era mais um dos loucos de Lisboa que tantas vezes dão colorido aos autocarros. Mas não era porque daí a uns segundos, há uma senhora lá atrás (adiante designada senhora lá atrás) que se riu do insulto.

Olho com mais atenção, e atrás do sr. do fatrén está uma senhora com um ar infelicíssimo e com a mão na boca e a cara inchada. O resto da conversa passou-se assim:

Sr. do fatrén: RANHOSA! RANHOSA!!!
Senhora lá atrás: ahahahahhaha
Sr. do fatrén: Então, tás boa?
Senhora lá atrás: Tou. Ela é que não está, tou a ver! Vai ao dentista?
Sr. do fatrén: Vai!
Senhora lá atrás: Olha, eu arranjei os dentes todos lá. Estão óptimos!
Sr. do fatrén: Tens placa?
Senhora lá atrás: Tenho metade. Tenho alguns dentes de plástico e tenho outros que são verdadeiros!
Sr. do fatrén:
Ahahahaha! Então adeus!

E sai na paragem do Egas Moniz. Eu fiquei a pensar naquilo. Da próxima vez que encontrar uma amiga no autocarro vou ter a seguinte conversa.

Karvela: Leprosa! LEPROSA!
Amiga da Karvela: Ahahahahahah
Karvela: Então, tás boa?
Amiga da Karvela: Tou, tou a ver é que tu não!
Karvela: É verdade, vou à ginecologista!
Amiga da Karvela: Ah, eu também lá fui. Ela é muito boa.
Karvela: Ah é? Então como vai a tua saúde reprodutiva?
Amiga da Karvela: Tá tudo bem. Depois do aborto ela pôs-me um DIU e agora já não me ralo. Aliás, dá-me um jeitão para o meu emprego nocturno!
Karvela: Ahahahahaha!

E saio na paragem do Intendente.

Karvela

4 comentários:

Arnaldoooooo disse...

Um dia vi uma cena parecida...mas mais gira...uma delas era a legítima e a outra era...a outra....o que me ri....

André disse...

:):)

Apenas, o cidadão disse...

uau

Anónimo disse...

LOL