quarta-feira, março 08, 2006

Dia da Mulher, o melhor dia do ano!

É no dia 8 de Março que mais detesto ser mulher. No dia 8 de Março e naqueles três dias que antecedem o período menstrual, e nos quais eu estou legalmente autorizada a enfiar garfos nos olhos das bestas incautas que tenham o azar de dizer que estou gorda, magra, feia, bonita, interessante, enfadonha, inteligente, burra, incompetente e/ ou com o período.

Mas no dia 8 a mulher é especial. Tanto que até tem um dia inteirinho dedicado ao seu género. Dão-nos flores, fazem-nos ofertas especiais, vamos almoçar ou jantar com os mais-que-tudo, o Mundo quer agradar-nos.

No resto do ano podem dar-nos porrada, obrigarem-nos a cozinhar para os Doutores, fazer-nos limpar a vossa merda e ser tratadas como atrasadas mentais.

Metam lá o dia 8 no cú e não me dêem os parabéns por ser mulher.


Karvela

6 comentários:

virgolina disse...

Melher!!! Como eu concordo!!Hoje até as mulheres conduzem k é uma maravilha!!

tagouy disse...

Subescrevo

Mary disse...

Bolas adorei o ke eskreveste, vou estar atenta ao teu blog...
E concordo contigo, metam lá o dia 8 no orificio que vos der mais jeito e se alguém se atrever a oferecer me nem que seja uma flor esteja preparado para a engolir.......

kramer disse...

Ai, é por estas e por todas que és a tal. Love you

Jay disse...

e repito

@-`-,-

nao pra te agradar nem pra desagradar. concordamos numa coisa,
o dia da mulher devia deixar de existir, ja ñ ha razão para tal.

Apenas, o cidadão disse...

Infelizmente faz sentido o dia inernacional da mulher.

mesmo na nossa sociedade dita democrática onde os direitos formais sao iguais para mulheres e homens, existem graves diferenças entre os estatutos.

se o dia for aproveitado para apenas oferecer flores então de facto não faz sentido. mas se pelo contrário entender-se porque é que existe este dia talvez não seja totalmente descabido.

"Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher". De então para cá o movimento a favor da emancipação da mulher tem tomado forma, tanto em Portugal como no resto do mundo."

estas e outras mulheres merecem esta homenagem pelos direitos que ajudaram a conquistar.

se o dia for utilizado para reflectir e ajudar a transformar esta sociedade penso que valerá a pena .

a verdade é triste. nesta sociedade atrasada as mulheres não têm um papel igual e as estatisticas confirmam. sendo esta a situação em Portugal imaginem o que falta fazer em muitissimos paises do globo.